VIRADA CULTURAL EM SÃO PAULO - CENTENAS DE ATRAÇÕES, DE GRAÇA E ININTERRUPTAS PARA MILHÕES DE PAULISTANOS


Prepare-se para a Virada Cultural - A Virada Cultural em São Paulo reúne centenas de atrações, de graça, em 24 ininterruptas de programação.


Evento ocorre no próximo final de semana, das 18h de sábado (18) às 18h de domingo (19 de maio).
A Virada Cultural anunciou alguns dos nomes que estarão´presentes no evento como, Gal CostaElza Soares + Gaby Amarantos, Jorge MautnerCrioloPharoah Sanders, dentre outros artistas talentosos. O Céu e Otto se juntam à imensa lista de artistas que tomarão a cidade entre os dias 18 e 19 de maio.

Este ano, Paulo Vanzolini (que terá um palco com seu nome no Pátio do Colégio),Chorão e Marku Ribas serão homenageados. O cineasta Carlos Reichenbach também está na lista dos nomes lembrados. Entre as novidades, está um palco de choro no Mercado Municipal e um de MPB na Rua 25 de Março. Uma virada especial só para crianças, a Viradinha.
Na Avenida São Luis, no domingo (19), das 8h às 18h, haverá a segunda edição dos Chefs na Rua na Virada Cultural. Chefs de restaurantes famosos vão vender suas delícias a preços populares. Participam: Jefferson Rueda, do Attimo, Raphael Despirite, do Marcel, Dagoberto Torres, do Suri, Juliana Motter, do Maria Brigadeiro, Marcelo Pinheiro, do Tarsila e Janaina Rueda, do Bar da Dona Onça.
Praça Roosevelt também será ocupada no final de semana mais aguardado dos paulistanos: o teatro terá sua vez ali. Espetáculos como As Três Velhas, com Maria Alice Vergueiro, Chorinho, com Denise Fraga, e O Terraço, com Vera Zimmermann, estão no cronograma.
Daniela Mercury e Zimbo Trio abrem o palco Júlio Prestes, no dia 18 de maio.Fafá de Belém eLobão anunciaram suas presenças pelo Twitter. A cantora fará o encerramento no palco do Largo do Arouche (espaço dedicado às lambadas, axés e aos carimbós), e Lobão abre o palco do rock, na Avenida São João.
Entre as atrações da praça da República está o Fundo de Quintal. Atualmente formado por Bira Presidente, Ubirany, Sereno, Délcio Luiz, Ademir Baterae Ronaldinho do Banjo, o grupo deve se encontrar com alguns de seus ex-integrantes: Jorge Aragão, Sombrinha, Mário Sérgio, Cleber Augustoe Fábio Silva, cotados para apresentações individuais. O evento também confirmou o Raça Negra - Juca Ferreira, secretário de Cultura, contou durante uma coletiva de imprensa sobre o evento que recebeu um morador de rua no centro da cidade foi quem pediu a presença dos sambistas.
O norte-americano George Clinton, fundador das bandas de funk Parliament e Funkadelic, e o duo de hip-hop Black Star, formado por Mos Def (agora Yasiin Bey) e Talib Kweli, compõem a lista em parceria com o Sesc. Com isso, além de se apresentar no palco principal, na Praça Júlio Prestes, Clinton faz outro show no Sesc Ipiranga, no dia 19 (com entrada gratuita), e a dupla de rap se encontra com os fãs também no Sesc Pinheiros, no dia 17 (ingressos já esgotados).
Mais importante banda de rap do Brasil, o Racionais MC´s foram a primeira atração anunciada. O grupo liderado por Mano Brown não se apresenta na Virada desde 2007, quando o show do grupo, na Praça da Sé, terminou devido a um confronto entre o público e a Polícia Militar. Os rappers se apresentam às 15h do dia 19 de maio, também na Júlio Prestes.
Com Haddad haverá virada o ano todo!
A cada encontro com a imprensa, o secretário municipal de Cultural Juca Ferreira faz questão de reforçar que está trabalhando para que a cidade tenha “Virada o ano todo”. "Temos que superar essa tensão de querer colocar tudo dentro da Virada, porque ela não comporta”, justifica.
Segundo ele, a formação da chamada Comissão de Curadoria Colegiada para a edição deste ano é um “embrião para um futuro setor de eventos dentro da Secretaria”, ao qual caberia a função de criar uma agenda cultural gratuita anual.
Até então centralizada nas mãos de José Mauro Gnaspini, a curadoria da Virada Cultural ganhou oito integrantes: o jornalista Alex Antunes, o produtor Alexandre Youssef (sócio do Studio SP), a midiartista Giselle Beiguelman, o crítico musical Marcus Preto, a mestre em teatro Maria Tendelau, o consultor e curador musical Pena Schmidt, o poeta e fundador da Cooperifa Sérgio Vaz e o doutor em Ciências Sociais Tião Soares.
De acordo com Ferreira, a secretaria procurou deixar a comissão "bem à vontade" para formular uma proposta de programação. "Mas a gente sugeriu algumas coisas. Primeiro, uma abertura no chão, e não nos palcos, para manifestações populares da cidade e de outras partes do Brasil", exemplifica. A sugestão foi colocada em prática e tornou-se uma das grandes apostas do evento.
A diversificação da programação, com maior participação do teatro, da dança e das artes plásticas, uma das metas para o ano, também pode ser observada na programação.
O evento
Cerca de 3 milhões de pessoas (a cada edição) circularam pelo centro da cidade para ouvir música de todos os gêneros, assistir a peças de teatro, shows de stand-up, coreografias de balé, videomaping, intervenções nas ruas, enfim, variadas formas de manifestações artísticas  são vivenciadas pelo público.
A maior parte dos eventos ocorre no centro velho, mas unidades do Sesc e CEUs, museus e centros culturais também participam. 


Virada Cultural 2013 terá esquema especial de transporte público

Linhas de ônibus, trens da CPTM e Metrô oferecerão atendimento diferenciado para o público da Virada Cultural 2013. No evento do ano passado, 89% utilizaram transporte ou foram a pé para curtir as atrações
A SPTrans disponibilizará 44 linhas de ônibus para atender o público da Virada Cultural 2013, que será realizada das 18h de sábado (18) até as 18h de domingo (19) em vários locais da cidade. Os veículos circularão inclusive durante a madrugada. Além disso, uma linha especial trafegará em sentido circular, atendendo os quatro terminais de ônibus no Centro, com o letreiro “Virada Cultural”, a partir do inicio do evento.

A estimativa da Prefeitura é de que 4 milhões de pessoas acompanhem as mais de 900 atrações da Virada. As seis linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e as cinco linhas do Metrô também funcionarão por 24 horas ininterruptas, garantindo ao público a possibilidade de se locomover entre as atrações.

A medida conjunta entre Prefeitura e Estado beneficiará a maioria dos visitantes da Virada Cultural já que, em 2012, cerca de 89% do público utilizou transporte público ou foi a pé para curtir as atrações. Segundo dados da SPTuris, 48,1% das pessoas utilizaram o Metrô, 22,4% os ônibus, 13,6% se locomoveram a pé e 4,9% usaram os trens da CPTM.

Ônibus
Além das 44 linhas para atender o público da Virada, outras 28 linhas farão a integração com o sistema metroviário, com início às 23h de sábado até as 6h de domingo. A SPTrans alterou, ainda, o itinerário de 121 linhas devido à interdição das vias para as atividades culturais.

Metrô
As 64 estações das linhas 1-Azul (Jabaquara-Tucuruvi), 2-Verde (Vila Prudente-Vila Madalena), 3-Vermelha (Corinthians/Itaquera-Palmeiras/Barra Funda), 4-Amarela (Butantã-Luz) e 5-Lilás (Capão Redondo-Largo Treze) estarão abertas para embarque e desembarque, das 4h40 do sábado (18) até 0h de segunda-feira (20).

O carregamento de créditos nos bilhetes eletrônicos em máquinas de autoatendimento poderá ser feito normalmente nos horários de funcionamento de todas as estações, exceto em Vila Madalena, Sumaré, Clinicas, Consolação, Trianon e Chácara Klabin, que farão o atendimento em guichês. O Metrô e a ViaQuatro, porém, recomendam aos usuários a compra antecipada dos bilhetes para as suas viagens, para facilitar o acesso às estações.

Trens
Todas as linhas do sistema (7-Rubi, 8-Diamante, 9-Esmeralda, 10-Turquesa, 11-Coral e 12-Safira) funcionarão a partir da 1 hora de sábado (18), com intervalo médio de 30 minutos, até a 1 hora de segunda-feira (20). A partir das 4h40 da segunda, as linhas da CPTM voltam a funcionar com intervalo médio de seis minutos.

Trânsito
A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) preparou uma operação especial para monitorar o trânsito. A CET contará com 360 operadores, utilizará 600 cavaletes, 85 cones, 60 faixas e 40 banners de orientação.

As primeiras ações começaram na noite de terça (14) para montagem dos palcos e vão até a madrugada de segunda-feira (20), na desmontagem de todas as estruturas. A CET recomenda que as pessoas utilizem o transporte público para chegar ao evento. 

As ciclofaixas Centro, Luz e Vergueiro não serão ativadas pela CET por conta da grande concentração de eventos. As ciclofaixas Sul/Oeste (Parques), Zona Norte, Zona Leste, Paulista-Ibirapuera e Lazer Guarapiranga funcionarão no domingo, das 7 horas às 16 horas. 

Limpeza urbana
A Virada Cultural 2013 também contará com um serviço especial de limpeza e coleta seletiva durante todo o evento. 

Os sistemas de varrição e coleta funcionarão por 24 horas, com 1.050 homens por cada um dos quatro turnos. Serão instaladas 1,3 mil lixeiras para o evento, além das 1,2 mil papeleiras já existentes nos postes.

Mais de 200 veículos entre caminhões de coleta, pipas, sugadores e varredeiras operarão durante o evento, que contará com 200 Pontos de Entrega Voluntária (PEV). 

Dez cooperativas conveniadas da Prefeitura ajudarão na coleta seletiva, com 153 cooperados divididos em dois turnos. Em 2012, houve a participação de cinco cooperativas, que coletaram 22,5 toneladas de resíduos recicláveis.

Atrações
Em sua nona edição, a Virada Cultural 2013 contará com 900 atrações, distribuídas em mais de 120 locais da cidade. Neste ano, a Prefeitura investiu R$ 10 milhões no evento, 25% a mais do que em 2012. 

Além do investimento, a área de abrangência também cresceu. Novos endereços foram integrados no roteiro, entre eles o Vale do Anhangabaú, a rua 25 de março, a Praça Roosevelt e o Mercado Municipal. 

Outra novidade da edição 2013 é a Viradinha, que terá programação especial voltada às crianças da Estação e no Parque Jardim da Luz. 

Aplicativo 
Uma parceria firmada com o Google para a edição deste ano possibilitou a criação de um aplicativo para facilitar a vida do público da Virada. Além do acesso à programação, o aplicativo permite criar uma agenda com o seu line-up personalizado, marcar favoritos, localizar palcos a uma distância de até 2 km e classificar os espetáculos. O software traz ainda um mapa com informações úteis, como locais dos banheiros, postos de policiamento, postos de saúde e estações de metrô. O aplicativo já está disponível para download nas versões iOS e Android.

Segurança e Saúde
Para dar mais comodidade e tranquilidade aos visitantes da Virada Cultural 2013, o evento contará com um grande aparato de segurança e saúde para atender as cerca de 4 milhões de pessoas.

Na parte de saúde e emergência, estarão disponíveis 42 ambulâncias e 16 UTIs móveis, além de quatro postos médicos, em pontos estratégicos, cada um com dois médicos, um enfermeiro e quatro técnicos em pontos estratégicos.

Além disso, 1,3 mil seguranças particulares garantirão a tranquilidade dos 25 palcos, oito pistas e 22 intervenções como teatros e música de rua, com apoio de centenas de homens da Polícia Militar e Guarda Civil Metropolitana.

Ambulantes
As equipes que fiscalizarão ações de ambulantes terão 140 pessoas, com 18 kombis e 18 caminhões.

Postar um comentário