Pá de cal no Golpe! Mais de 300 votos contra, depois do sonolento relatório sem Pé, nem cabeça de Arantes


Relator Golpista comete assassinato ao vivo, em rede nacional


O Relator Golpista, também conhecido como: O Sonífero Arantes; assassinou a verdade dos fatos, na Comissão do Circo do impeachment, e levou de roldão o ex-deputado Luiz Eduardo Greenhalgh, a quem se referiu como o Saudoso Greenhalgh.
O ex-deputado é um homem que vive tranquilamente, por certo, defendendo as boas causas, como um bom advogado que é, bem ao contrario do Javanês Arantes, com a sua sonolenta retorica, numa apresentação desastrosa de acolhimento da denuncia, em decisão já Cunhada bem antes do processo. 
Arantes deixou de abordar diversos fatos incontestáveis da defesa, precisando novamente se reportar ao ano de 2014, com ocorrências não aceitas da denuncia, tentando dar algum sentido logico ao parecer confuso, que buscava apenas assegurar a acusação inepta, feita por Janaina Poltergeist e seus dois Aedes Aegyptis.
A audição foi ganhando em horror na mesma medida do desenvolvimento da arrastada historia mal contada de Arantes, pois, cada minuto a mais de leitura enfadonha tirava-lhe a voz, exigindo da assistência oposicionista o consumo do famoso arrebite, tão comum entre os caminhoneiros, que o usam para vencer o sono por detrás das longas horas de estrada.
E o espetáculo desanimado enveredou noite adentro, ate Arantes conseguir terminar seu périplo completamente rouco.
Como combinado, ao ouvir o aceite da denuncia, os oposicionistas acordaram dispostos a realizar o Show ensaiado para o Jornal nacional. Eles, como bons coxinhas,  cantaram o hino fingindo entusiasmo. 
Obviamente, jogam tudo nesse tipo de espetacularização daquilo que já é um circo, contando com um milagre na edição da Globo e com aquele velho estratagema de retirar a voz hipnótica do relator, deixando explicações sobre o que ele deveria ter dito, para os Mervais, Garcias e Leitões da TV Golpista.
Contudo, alguns Deputados de Oposição já estão dando a batalha por perdida no Plenário, chegando a contabilizar mais de trezentos votos a favor do governo, decretando o naufrágio do impeachment, principalmente depois do apoio do PP ao movimento contra o Golpe.

O episodio deste dia foi mais outra cena lamentável que o Pais produz quando tem na presidência da Câmara um Meliante como Cunha que, certamente, nunca poderemos alcunhar de Saudoso.

Apesar de tudo,  esse acaso nas pretensões golpistas, conferiu ao relator alguns méritos... O deputado Jovair Arantes (PTB-GO) que, em seu voto, defendeu a admissibilidade do processo pela destituição da Presidenta pode, a partir de hoje, ser contabilizado como um aliado oculto de Dilma Rousseff.  Ele prestou um grande serviço a Nação. De fato e sem figura de linguagem,  O Sonífero Arantes botou a oposição  para, DORMIR NO PONTO!
Postar um comentário