ROMA: O POVO PEDE BASTA! POLÍTICA NEOLIBERAL ARRUÍNA A ITÁLIA!



18/05/2013 - Em Roma, milhares de pessoas protestam contra o governo do novo primeiro-ministro da Itália, Enrico  Letta.





Manifestantes com  as bandeiras e cartazes pedem ao novo primeiro-ministro, Enrico Letta, abandonar as medidas de austeridade e concentrar-se na criação de postos de trabalho, para tirar o país da recessão.


Milhares de pessoas protestaram

na cidade de Roma contra as 

políticas do governo italiano, que

foi instalada há apenas um mês.



A economia italiana contraiu mais do que o previsto pelos analistas nos primeiros três meses do ano e está em contração há sete trimestres consecutivos, o que faz com que esta seja a mais longa recessão desde pelo menos 1970, data dos primeiros registos trimestrais.
O Produto Interno Bruto (PIB) caiu em cadeia 0,5% nos primeiros três meses de 2013, depois de ter contraído 0,9% no último trimestre de 2012, o que equivale a uma recessão de 2,3% em termos anuais, de acordo com o instituto italiano de estatística (ISTAT).
Os analistas consultados pela Reuters apontavam para uma contração do PIB de 0,3% no primeiro trimestre e uma quebra de 2,2% em termos anuais.
Estes são os primeiros dados do PIB desde que Enrico Letta assumiu o cargo de primeiro-ministro de Itália. De acordo com a ISTAT, o PIB vai contrair 1,4% em 2013.
De acordo com pesquisas, a confiança na frágil coalizão de

Letta com o partido do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi 

está caindo, com um índice de aprovação de apenas 30%.



A Itália está enfrentando a maior recessão em mais de 40

anos - 

38,4% dos italianos de 15 a 24 anos não têm trabalho!

A taxa de desemprego aumenta mensalmente. 

Índices de desemprego aproximasse a 12% (maio/2013).
Postar um comentário