NOVA BASE NUCLEAR DOS EUA NA ALEMANHA

Armas nucleares na Alemanha

Informações vindas a público esta semana dando conta da intenção dos EUA de deslocar bombas nucleares para uma base na Alemanha estão a provocar polémica no país. 
A questão foi suscitada pela cadeia de televisão ZDF, segundo a qual os Estados Unidos estão fazendo à instalação de bombas nucleares B61-12 na base aérea de Bundeswehr, na Renania-Palatinado.

Alegadamente, os jornalistas tiveram acesso a documentos que comprovam a instalação de novas bombas de maior precisão, visando equipar caça-bombardeiros Tornado em caso de guerra contra a Russia, no âmbito da chamada estratégia de «intercâmbio nuclear» da NATO.

As reações à notícia não se fizeram esperar, segundo a RT, com políticos alemães a considerar que tais planos constituem uma provocação contra a Rússia. Moscou também reagiu, considerando que se trata de uma «flagrante violação dos artigos 1.º e 2.º do Tratado de Não Proliferação» nuclear.

A porta-voz do Ministério russo dos Negócios Estrangeiros, María Zajárova, em entrevista à ZDF, lembrou que nos anos 90 a Rússia reduziu o seu arsenal de armas nucleares não estratégicas quatro vezes e procedeu ao armazenamento em território nacional, enquanto na Europa – e não apenas na Alemanha, mas também na Bélgica, Holanda, Itália e Turquia – estão instaladas armas nucleares tácticas dos EUA. Enquanto isso, «os EUA modernizam as suas bombas nucleares e os membros europeus da NATO modernizam os seus porta-aviões, como foi confirmado na cimeira da NATO em Chicago (2012) e em Gales (2014)», disse, acrescentando que a «chamada prática do uso conjunto das armas nucleares no âmbito da NATO também é motivo de preocupação».

«A nossa grande preocupação, disse ainda, é a criação e deslocação de sistemas de defesa estratégica de mísseis que violam o equilíbrio de forças no âmbito dos mísseis nucleares, ameaçando assim a estabilidade global», bem como a «intenção de colocar armas no espaço» e de «deslocar sistemas estratégicos de armas de precisão não nuclear».

ATENÇÃO POVO! A ZN JÁ TEM CANDIDATO AO CONSELHO TUTELAR! CONFIRA OS NOMES AQUI!


COMPROMISSO NA DEFESA DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE!

A Eleição dos Membros dos Conselhos Tutelares em São Paulo será realizada em 15 de Novembro 2015


PARA INFORMAÇÕES SOBRE A ELEIÇÃO

CLIQUE AQUI

DILMA NA ONU: "...Como mulher que sofreu tortura no cárcere, sei como é importante a democracia e os direitos humanos"

ASSISTA AQUI A CONFERÊNCIA AO VIVO 
"No meu país, a mulher têm sido fundamental para o fim da desigualdade"

DILMA NA ONU: FALOU BONITO!

ASSISTA AQUI A CONFERÊNCIA AO VIVO 
"No meu país, a mulher têm sido fundamental para o fim da desigualdade"

DILMA NA ONU: NÓS VAMOS ACABAR COM O DESMATAMENTO ILEGAL! (Assista ao video do Discurso)

Brasil anuncia objetivo de reduzir em 43% emissões de gases estufa até 2030 

A presidenta Dilma Rousseff anunciou, neste domingo (27), que o Brasil pretende reduzir em 37% as emissões de gases de efeito estufa até 2025. Para 2030, segundo a presidenta, a ambição é chegar a uma redução de 43%. Estas serão as metas que o País vai levar para a Conferência do Clima em Paris, a COP-21, em dezembro.

Dilma na ONU: Em defesa da igualdade de gênero e do empoderamento das mulheres como valores essenciais para o mundo



NASA VAI ANUNCIAR: RESOLVIDO MISTÉRIO EM MARTE


NASA irá detalhar uma importante descoberta científica de exploração em curso pela agência americana em Marte durante uma coletiva de imprensa 
às 11:30 na segunda - feira, 28 setembro no Auditório James Webb na sede da NASA em Washington.  O evento será transmitido ao vivo pela NASA Television e no site da agência.

Notícias participantes da conferência será:


  • Jim Green, diretor de ciência planetária na sede da NASA
  • Michael Meyer, cientista-chefe do Programa de Exploração de Marte na sede da NASA
  • Lujendra Ojha do Instituto de Tecnologia da Geórgia, em Atlanta
  • Mary Beth Wilhelm do Centro de Pesquisa Ames da NASA em Moffett Field, Califórnia e do Instituto de Tecnologia da Geórgia
  • Alfred McEwen, principal pesquisador do experimento alta resolução de imagem Ciência (HiRISE) da Universidade do Arizona em Tucson


Uma breve sessão de perguntas e respostas, terá lugar durante o evento, com repórteres no local e por telefone.

Os membros do público também pode fazer perguntas durante a "briefing" usando #AskNASA.

O anúncio pode estar relacionado com as "Linhas de Inclinação Recorrente" - Recurring Slope Lineae (RSL), linhas escuras que aparecem anualmente na superfície marciana durante as estações quentes e evaporam durante os meses mais frios. Na maioria dos planetas têm sido feita uma extensa pesquisa sobre estes fenómenos.

Ojha e McEwen publicou um artigo em 2011 detalhando conclusões que podem ser "possíveis fluxos de água salgada em Marte".

No entanto, outros estudos ainda não confirmaram se as linhas escuras estão relacionadas com a água ou não.

"Nós ainda não temos uma evidência para a existência de água nas RSL, embora não temos certeza de como esse processo teria dado lugar sem água", disse Ojha.

Há debates em torno do nexo de causalidade das RSL e se a origem da humidade atmosférica é teórica ou contínua no subsolo.

Por exemplo, a investigação pelo cientista David Stillman sugere que um aquífero é uma fonte de locais das RSL no vale marciano Marineris.

Descobertas recentes mostram que o planeta vermelho pode ter tido um oceano enorme com 137 metros de profundidade cobrindo metade de seu hemisfério norte há 4,5 bilhões de anos atrás.



Para obter mais informações sobre a jornada da NASA a Marte: https://www.nasa.gov/topics/journeytomars

O LUTO CEARENSE PELA MORTE DE MÉDICO CUBANO, É A RESPOSTA DO POVO A XENOFOBIA E AO ÓDIO DE CLASSE

O MELHOR DO BRASIL É POVO!

A solidariedade do Partido dos Trabalhadores ao líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stedile

 
O Partido dos Trabalhadores emitiu nota, nesta quarta-feira (23), em solidariedade ao líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stedile. Ao deixar o aeroporto de Fortaleza (CE), na noite desta terça-feira (22), Stedile foi agredido verbalmente e ameaçado, aos gritos, por um grupo de pessoas.

João Pedro Stedile e Frei Leonardo Boff respondem aos ataques da direita coxinha



NÓS JÁ ESTAMOS EM CUBA!!!
"A burguesia tem raiva de pobre, de preto porque ela ainda não saiu da casa grande. Ela não consegue conviver com a senzala." João Pedro também faz um agradecimento especial ao povo cubano, que nos últimos 10 anos formou 580 médicos pobres brasileiros "Há mais médicos brasileiros negros formados em Cuba do que em toda universidade brasileira"

Pensando com Caio Prado Jr





Caio Prado Júnior (1907-1990) foi um intelectual marxista, com uma longa trajetória de atuação no PCB. Filiou-se ao partido comunista em 1931 e em pouco tempo destacou-se como dirigente político, nesta época atuando principalmente na Aliança Nacional Libertadora (ANL), espécie de frente de oposição ao governo de Vargas lançada em 1935. Com a eclosão, neste mesmo ano, da Intentona Comunista (tentativa de revolução liderada pelos comunistas), Caio Prado Júnior foi preso, ficando na prisão de 1935 a 1937. De onde parte para viver a II Guerra Mundial na Europa.

O Tucano Gilmar Mendes perdeu de novo

Por Fernando Brito · 23/09/2015

Desde hoje, o juiz Sérgio Moro não é mais o “dono” de todos os processos sobre corrupção – ou acusações de corrupção – praticados no Brasil que digam respeito a empresas estatais e serviços federais, por decisão do STF.

STÉDILE É MEU AMIGO! MEXEU COM ELE MEXEU COMIGO! URNA É POUCO! COXINHAS QUEREM APANHAR NO BRAÇO TAMBÉM!


A direção nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) repudia a agressão sofrida pelo membro da coordenação nacional do movimento, João Pedro Stedile

DECISÃO DO STF ACABOU COM A FESTINHA PARTICULAR DE MORO


A farra conspiratória dos procuradores e delegados do Paraná, que pretendiam cuidar sozinhos de todos os casos de corrupção do país, mas sempre punindo apenas o PT, chegou ao fim com a decisão de hoje, do STF. O Supremo Tribunal Federal (STF)  desmembrou os casos. A prerrogativa de foro foi definida que será o foro de São Paulo. 

Prêmio a Alckmin por gestão da água é comparado a Nobel da Paz a Bolsonaro


Em meio a maior crise hídrica do estado, governador paulista será premiado pela Câmara dos Deputados, em virtude de trabalho desenvolvido à frente da Sabesp. Notícia rendeu piadas nas redes

M16 E A CIA TRANSFEREM ARMAS AO ISIS



O julgamento de um cidadão sueco acusado de atividades terroristas na Síria entrou em colapso no Old Bailey depois que se tornou claro que as agências de segurança e inteligência da Grã-Bretanha teriam ficado profundamente envergonhadas se o julgamento prosseguisse, o jornal The Guardian relatou [1].
Bherlin Gildo deveria ser julgado no Old Bailey do Londres acusado de frequentar um campo de treinamento terrorista entre 2012 e 2013 e de possuir informações susceptíveis de serem úteis a um terrorista. Mas, o processo contra ele foi abandonado e ele foi inocentado das acusações após uma disputa entre advogados e os serviços de segurança britânico e sueco.
Em 1 de junho de 2015, escreve Seumas Milne, o julgamento, em Londres, de um homem sueco, Bherlin Gildo, acusado de terrorismo na Síria, entrou em colapso depois que ficou claro que a inteligência britânica vinha armando os mesmos grupos de rebeldes que o réu era acusado de apoiar.
Assim, a acusação abandonou o caso, aparentemente, para evitar constranger os serviços de inteligência. A defesa argumentou que ir adiante com o julgamento seria uma "afronta à justiça" quando havia abundância de evidências de que o estado britânico estava ele próprio a prover "extenso" apoio à oposição armada Síria. Isso não apenas incluía a "assistência letal", vangloriada pelo governo (incluindo vestimentas especiais de combate [armaduras de corpo – n.t.] e veículos militares), mas o suprimento secreto de treinamento, apoio logístico e de "armas em grande escala" [2].
Relatórios foram citados de que o MI6 [MI – do inglês Military Inteligence – refere-se à Inteligência Militar britânica – n.t.] teria colaborado com a CIA em uma ‘operação clandestina’ [ratline] de transferência de armas dos estoques da Líbia aos rebeldes sírios em 2012, após a queda do regime de Gaddafi [3].
Curiosamente, um relatório secreto recentemente tornado público da inteligência dos EEUU [4], escrito em agosto de 2012, estranhamente prevê e efetivamente congratula-se com a perspectiva de um principado "salafista" na Síria Oriental e um estado islâmico controlado pela rede al-Qaeda na Síria e no Iraque. Em forte contraste com as reivindicações ocidentais da época, o documento da Agência de Inteligência da Defesa identifica a al-Qaeda no Iraque (que se tornou ISIS) e associados salafistas como sendo as "grandes forças dirigentes da insurgência na Síria" – e afirma que "os países ocidentais, os Estados do Golfo e a Turquia" estavam apoiando os esforços da oposição para assumir o controle do leste da Síria.
Levantando a "possibilidade de estabelecer um principado Salafista declarado ou não declarado", continua o relatório do Pentágono, "isso é exatamente o que querem os poderes de apoio à oposição, a fim de isolar o regime sírio, que é considerado estratégico para a expansão xiita (Iraque e Irã)" [5].
No entanto, este é apenas o último de uma sequência de casos semelhantes.

Guerra psicológica.

Como o MI6 controla o ISIS

Durante meses, foi noticiado que 400 britânicos haviam aderido aos jihadistas na Síria. O próprio Ministro dos Negócios Estrangeiros, William Hague, afirmou isso . No entanto, o número de jihadistas britânicos é muito maior e foi revelado que alguns deles foram treinados para ser jihadistas sunitas por um mulá saudita que prega pelo jihad em uma mesquita britânica sob o olhar atento do MI6.
O jornal The Independent em junho de 2014 relatou que o MP [Membro do Parlamento – n.t.] de Birmingham, Khalid Mahmood, disse que pelo menos 1.500 britânicos, se não mais, teriam aderido ao jihad liderado por terroristas na Síria e no Iraque [6], rejeitando o número apresentado por Hague de 400, e o número de 500 tais jihadistas relatado pelo chefe da agência antiterrorismo do Reino Unido, Sir Peter Fahy [7]. "Eu imagino que 1.500 certamente seria a estimativa inferior. Se você olhar para todo o país, tem havido um grande número de pessoas indo para aquele lado", disse Mahmood.
O que é ainda mais revelador é o relatório de que alguns desses jihadistas foram treinados por um pregador saudita operando em uma mesquita de Cardiff.
O jornal Daily Mail em junho de 2104 revelou que Mohammed al-Arifi, que tem clamado por uma Guerra Santa para derrubar o regime de Bashar al-Assad, prega no centro Al Manar em Cardiff, país de Gales [8]. Embora proibido de entrar na Suíça por causa de suas visões extremistas, al-Arifi visitou o Reino Unido várias vezes. Um muçulmano sunita, ele foi acusado de agitar as tensões com os muçulmanos Shi’a, declaradamente chamando-os de ‘mal’ [evil] e acusando os adeptos de raptar, cozinhar e arrancar a pele de crianças. Uma fonte próxima à Comunidade do Iêmen em Cardiff informou ao Mail Online:
"Esses rapazes foram educados [em Al Manar] para lutar contra os Shi’as, para lutar contra essas pessoas, para lutar contra aqueles com quem tudo começou. O ensino [em Al Manar] ajudou as recrutar pessoas. Se alguém tentasse me recrutar, eu não iria, a menos que eu estivesse convencido. Mas, uma vez que eles estejam educados, tudo que precisam é de alguém para dizer ’venha e eu o levo’."
Isto nos faz lembrar do estudante adolescente jihadista de Coventry ’lutando ao lado de terroristas ISIS no Iraque e na Síria ’ conhecido como ’Osama Bin Bieber’ [9].
No ano passado, funcionários alemães numa operação revistaram dois contentores de carga que passavam pelo porto de Hamburgo e apreenderam 14.000 documentos estabelecendo que Osama bin Laden fora financiado pelo Banco Coutts, da rainha do Reino Unido, que faz parte do Royal Bank of Scotland.
Após as acusações, o jornal Daily Mail de 23 de junho de 2014 publicou um relatório intitulado ‘Banco da rainha forçado a negar que Osama Bin Laden tinha uma conta lá depois que 14.000 documentos foram confiscados da filial das Ilhas Cayman’ onde relata que o banco da rainha negou alegações de jornais europeus de que Osama Bin Laden teria mantido uma conta com a organização. [10].
Em 2012, o banco Coutts foi multado em £8,75 milhões por ’graves e sistemáticas’ falhas ao manusear dinheiro de suspeitos de crimes ou déspotas estrangeiros.

ISIS lidera uma operação psicológica

Hamid Dawud Mohamed Khalil al Zawi, vulgarmente conhecido como Abu Abdullah al-Rashid al-Baghdadi, foi o líder de uma organização guarda-chuva composta por oito grupos e sua organização sucessora, o Estado Islâmico do Iraque e da Síria – ISIS. No entanto, em julho de 2007, o exército dos EUA informou que al-Baghdadi nunca realmente existiu. O detento identificado como Khaled al-Mashhadani, um auto-proclamado intermediário de Osama bin Laden, afirmou que al-Baghdadi era um personagem fictício, criado para dar um rosto iraquiano a um grupo terrorista dirigido por estrangeiros, e que as declarações atribuídas a al-Baghdadi foram realmente lidas por um ator iraquiano [11].
De fato, de acordo com o Brigadeiro-General Kevin Bergner, Abdullah Rashid al-Baghdadi nunca existiu e fora na verdade um personagem fictício cujas declarações gravadas teriam sido fornecidas por um ator idoso chamado Abu Adullah al-Naima como uma forma de guerra psicológica, como relatado no New York Times. O Brigadeiro-General Kevin Bergner atualmente atua com o pessoal do Conselho de Segurança Nacional como Assistente Especial do Presidente e Diretor Geral para o Iraque [12]. Antes desta missão, ele serviu como Comandante Geral Adjunto para as Forças Multinacionais em Mosul, Iraque. Ele também serviu como Diretor para Assuntos Político-Militares (Oriente Médio) no Estado Maior Conjunto do Departamento de Defesa.

E sobre a ameaça do ISIS à Índia?

Na reunião do Grupo de Trabalho Conjunto Indo-Britânico Contra o Terrorismo, realizado em Londres em 15 e 16 de janeiro deste ano, os funcionários britânicos alertaram seus homólogos indianos sobre um possível ataque terrorista do ISIS em solo indiano [13].
Então, em 28 de julho, o jornal USA Today revelou ‘o fim dos tempos’ [end-of-days] conforme o Estado Islâmico (ISIS) [14]. A matéria referiu-se a um documento sobre o ‘juízo final’, de 32 páginas, de alguns "cidadãos paquistaneses com conexões dentro do Talibã paquistanês".
Essa história de investigação publicada pelo USA Today foi relatada pelo Instituto Americano de Mídia, destacando que refere-se a um documento na língua Urdu, de 32 páginas, obtido de um cidadão paquistanês com conexões dentro do Talibã paquistanês.
"O documento adverte que ‘preparações’ para um ataque à Índia estão em andamento e prevê que tal ataque vai provocar um confronto apocalíptico com a América", diz o artigo. O documento, de acordo com o artigo, foi traduzido independentemente para o inglês por um estudioso de Harvard e verificado por vários oficiais, na ativa e aposentados, da Inteligência.

De fato, o jornal USA Today acrescentou que o documento foi revisado por três funcionários da Inteligência dos EUA, que disseram acreditar que o documento é autêntico baseados em suas marcas originais e no fato de que a linguagem usada para descrever líderes e o estilo da escrita e da formulação religiosa correspondem a outros documentos do ISIS.


No entanto, o Ministério de Assuntos Internos da Índia descreveu o alegado documento do ISIS, o qual dava a entender que o grupo terrorista estaria se preparando para atacar a Índia para provocar um confronto com os Estados Unidos, como sendo "lixo". "Isso é lixo," disse a repórteres o Secretário Adjunto de Segurança Interna, MA Ganapathy [15].
Se de fato o documento foi uma fraude, isso levanta questões sérias, dados os laços do MI6 e da CIA com o ISIS, considerando que ambos —a ameaça do juízo final e o plano de ataque— emanaram da mesma fonte que é acusada de ter criado a ameaça em primeiro lugar. No entanto, nenhuma explicação foi fornecida pelo Ministério de Assuntos Internos sobre por que eles escolheram chamar isso de ’lixo’ e nenhuma explicação foi exigida dos governos ocidentais, das agências de inteligência ou dos meios de comunicação com a publicação de uma estória tão sensível e falsa que levou toda a mídia global a um turbilhão.
Por outro lado, no mês passado, o Ministério dos Assuntos Interiores da Índia anunciou que estava trabalhando em uma estratégia nacional contra o ISIS [16]. Muitas contribuições da inteligência se seguiram após a publicação dos relatórios e prisões feitos por toda a Índia. Alegadamente, o apelo do radicalismo do ISIS teria se intensificado em dez Estados indianos.
No mês passado, uma médica britânica foi presa em Jammu e Caxemira por fazer uso de IEDs [do inglês Improvised Explosive Devices – Mecanismos Explosivos Improvisados – n.t.] [17]. A polícia disse que Baba, que é uma fisioterapeuta, vive em Londres desde 2006. Ela teria regressado ao vale há três meses.
Por que é que, da Al Qaeda ao ISIS aos terroristas, no Jammu e Caxemira, todas as conexões acabam na Grã-Bretanha? Mais importante: por que essas pistas não são seguidas por Agências de Inteligência Indianas? Surpreendentemente, mesmo as contribuições da inteligência, sobre as quais tão ativamente agimos, também são fornecidas pelos mesmos países. Como poderíamos formular uma estratégia para orientar nossas agências de segurança a combater uma ameaça que podemos optar por ignorar ou nem mesmo procurar entender?
Como é o caso com qualquer grupo terrorista, muitos destes grupos são controlados não só pelos Estados que patrocinam o terrorismo, mas também pelas Nações que patrocinam os Estados que patrocinam o terrorismo. Assim, embora todas as evidencias eventualmente levem à fronteira ocidental do norte da Índia, nós não tentamos descobrir quem instiga esses grupos, suas ações, seu modo de agir, e nem mesmo verificamos o registro de ocorrências anterior que nos guiaria a fazer o que um terceiro país soberano neutro deveria fazer. Nós totalmente ignoramos esse ângulo e até mesmo a mais rudimentar das investigações forenses em nossa abordagem das explosões do trem de Mumbai (uma sequela de bombardeios do trem espanhol e o início dos ataques de Mumbai em 26/11) [18]. Esperamos que se iniciem investigações nessa nova direção.
Nos últimos anos do regime de Reagan, uma nomenclatura preferencial, adequada para os interesses dos EUA, tornou-se padronizada para o Terceiro Mundo. No caso das Nações a terem que retroceder (por exemplo, Nicarágua), os governos foram chamados terroristas e os insurgentes foram rotulados democráticos. No caso dos países a serem apoiados contra insurgências ‘comunistas’ (por exemplo, El Salvador e Filipinas), foram chamados de governos democráticos e os insurgentes foram rotulados de terroristas
(do livro Reversão, por Thomas Bodenheimer e Robert Gould).

Um fenômeno recente, que surgiu após a dissolução da era soviética, é que, se houver mais de um jogador geopolítico envolvido em qualquer nação alvo, por exemplo Nigéria ou Indonésia ou Índia, então a guerra territorial entre os jogadores da geopolítica estende-se para o país alvo. Tal como ocorreu no caso das Empresas da Índia do Leste [East India Companies]: quando seus países controladores (Inglaterra, França, Holanda, etc.) foram para a guerra na Europa, seus representantes nas colônias africanas e indiana também foram para a guerra. Assim, sempre que um jogador geopolítico sente que seu território está sendo violado em qualquer um dos países alvo, eles não hesitam em eliminar os outros jogadores ou seus apoiantes nesses países.

Dependendo do ‘espaço da preocupação’, essas operações de sabotagem são chamadas por vários nomes e muitos governos adotam diferentes ações preventivas a fim de impedi-las. Infelizmente, na Índia, não há nenhum estudo abrangente de terrorismo sob a perspectiva acima. Nossa determinação excessiva e foco no terrorismo islâmico ou jihad, entretanto, serve nossas necessidades emocionais, constituindo-se apenas de menos de um quarto dos atos terroristas perpetrados em solo da Índia há mais de três décadas. Subversão, sabotagem, assassinatos, raptos, atentados contra diversas instalações, bombardeios de alvos simbólicos, embora feitos por todos os grupos terroristas, são vistos apenas por aqueles confinados e preocupados com terrorismo jihadista, o que faz ineficaz nossa resposta ao terrorismo em geral e sua prevalência na Índia.
Shelley Kasli
Tradução
Marisa Choguill

[1] “Terror trial collapses after fears of deep embarrassment to security services”, Richard Norton-Taylor, The Guardian, June 1, 2015.
[2] “Now the truth emerges: how the US fuelled the rise of Isis in Syria and Iraq”, Seumas Milne, The Guardian, June 3, 2015.
[3] “Linha vermelha e linha de rato”, Seymour M. Hersh, Traduçao : Coletivo de tradutores Vila Vudu, London Review of Books, Rede Voltaire, 14 de Abril de 2014.
[4] Download the DIA August 2012 Report.
[5] “Pentagon report predicted West’s support for Islamist rebels would create ISIS”, Nafeez Ahmed, Insurge Intelligence, May 22, 2015.
[7] “Cardiff mosque: We were not involved in radicalisation”, ITV News, June 26, 2015.
[8] “Did this preacher groom the jihadi Britons? Notorious cleric visited mosque where terror brothers worshipped”, Sam Marsden, Jim Norton & Luke Salkeld, Daily Mail, June 22, 2014.
[11] “Leader of Al Qaeda group in Iraq was fictional, U.S. military says”, Michael R. Gordon, The New York Times, July 18, 2007. “Al Qaida no Iraque: será que devemos acreditar em George Bush ou nos seus generais?”, Thierry Meyssan, Tradução de Rita Maia, Rede Voltaire, 30 de Julho de 2007.
[13] “Britain warns India of possible terror attack by ISIS”, The Indian Express, January 20, 2015.
[15] “ISIS document on attacking India rubbish: Home Ministry”, India Today, July 29, 2015.
[17] “British doctor arrested in J&K for ’planting IEDS’”, Naseer Ganai,Daily Mail India, August 3, 2015.
[18] “Globalized Terror In A Liberalized World”, Great Game India, July 1, 2015.

A Farsa da Democracia em Portugal !



    Este vídeo demonstra o que é de fato o verdadeiro governo em Portugal das ultimas décadas!

    OPERAÇÃO ZELOTES - INVESTIGAÇÃO DE SONEGAÇÃO E FRAUDE BILIONÁRIA TRIBUTÁRIA

    Denúncia da Zelotes deve revelar detalhes sobre fraude bilionária

    O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) afirmou nesta segunda-feira (14), durante audiência pública na Assembleia Legislativa gaúcha, que as investigações da Operação Zelotes trazem um conjunto consistente de indícios sobre a ramificação, no Rio Grande do Sul, do esquema de sonegação e fraudes tributárias praticadas junto ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscal (Carf).

    BOLSONARO DO STF PERDEU! ESTÃO PROIBIDAS AS DOAÇÕES DE EMPRESAS PARA FINANCIAMENTO DE CAMPANHAS ELEITORAIS


    O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (17) proibir o financiamento privado de campanhas políticas. A Corte encerrou o julgamento, iniciado em 2013, de uma ação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que questionou artigos da Lei dos Partidos Políticos e da Lei das Eleições. 

    OAB CRITICA POSTURA GROSSEIRA E ARBITRÁRIA DE GILMAR MENDES - INDIGNA DE UM MAGISTRADO

    Os tempos são outros e a voz altiva da advocacia brasileira, que nunca se calou, não será sequer tisnada pela ação de um magistrado que não se fez digno de seu ofício.
    Após passar cinco horas proferindo seu voto em favor do financiamento empresarial e contra o PT, Gilmar não tolerou que representante da OAB se manifestasse. Repreendido por Lewandowski, ele rebateu: "Eu sou ministro da Corte, o advogado é advogado"




    GILMAR MENDES - 5 HORAS DE CONSTRANGIMENTO PARA O STF


    Gilmar Mendes é uma ofensa a uma Corte Constitucional


    gilmarvoto

    Estou assistindo o lendário “voto” de Gilmar Mendes, “chocado” por 17 meses de seu pedido de vista.

    “Voto”, assim, entre aspas, porque Gilmar não se pronuncia sobre o essencial da questão constitucional que está em discussão, que é as pessoas jurídicas – as empresas – usurparem o que é próprio das pessoas físicas, desfazer-se de seu patrimônio – dinheiro – em favor de partidos e candidatos às eleições.

    Crise de refugiados na Europa é apenas a ponta do iceberg


    O verdadeiro e o falso na crise dos migrantes


    O Papa Francisco alertou que a crise de refugiados na Europa é apenas a "ponta do iceberg" alimentado por um sistema econômico global injusto, que tem forçado centenas de milhares de pessoas a fugir da guerra e da pobreza em busca de uma vida melhor.

    O que os neo-golpistas de 2015 poderão oferecer para manter a sua posição?

    O contragolpe será muito mais forte do que o golpe.
    O contra golpe será radical!
    Achar que os problemas da oposição terminam após um golpe via impeachment no congresso é não entender de golpes e revoluções, pois na maior parte das vezes os problemas começam depois e não antes.

    CONTRAGOLPE - RESPEITAR RESULTADOS ELEITORAIS É UM PRESSUPOSTO BÁSICO DA DEMOCRACIA


    Contragolpe significa dar um golpe – “pancada”, “ardil”, “ataque” – em reação a golpe recebido. É uma iniciativa que se antecipa a um golpe, a fim de sustá-lo ou de anulá-lo. Os brasileiros democratas necessitam organizar, imediatamente, um contragolpe em reação à ameaça de golpe midiático-parlamentar contra a frágil democracia brasileira!

    COMO NUNCA ANTES NA ZN, A PREFEITURA CHEGOU NO BAIRRO DO LAUZANE E NA VILA AMELIA! PARTICIPE!

    Prefeitura no Bairro é uma ação integrada leva serviços voltados ao cidadão, intervenções de zeladoria e políticas públicas somando esforços com o governo local.
    O encontro da administração com a população do Lauzane demonstra o caráter popular da Gestão Haddad que prestigiará o evento no próximo Sábado, quando encerram as atividades do programa.

    MARXISMO PARA OS 99% EM NOVA YORK

    classes hosted by NY CP


    O distrito do Partido Comunista de Nova York realizou uma série de 4 aulas em maio e junho intitulada "Marxismo para os 99%."
    As aulas foram destinadas a novos membros e outros interessados em uma introdução básica ao marxismo. "Os membros do clube convidou amigos e contatos", disse Estevan Nembhard-Bassett, NY organizador PC. Para divulgar o evento nós convidamos pessoas em nossas listas de discussão. Nós também anunciado o evento na página do Facebook amigos deixando o partido que viveram em NY saber sobre a escola. "


    Um total de 30 pessoas participaram do curso de quatro semanas igualmente membros do Partido Comunista e amigos interessados, todos de diversas idades e origens. Nembhard-Bassett indicou cinco novas pessoas vieram dos esforços on-line. Mais de 30 manifestaram interesse na escola na página do evento no Facebook. As aulas também foram transmitidas online.

    Cada uma das classes foi conduzida por um membro do comitê estadual do partido. Discussões animadas foram realizadas em cada classe. Os participantes tiveram a oportunidade de ler o Manifesto Comunista, A via para o socialismo, O capitalismo pode durar? por Danny Rubin, e Introdução a Marx, Engels, e Marxismo por Lenin. As pessoas que participaram apreciaram deliciosos jantares comunitários antes de cada classe preparados e trazidos de casa por muitos participantes.

    A primeira turma foi ensinada por Danny Rubin, no qual ele descreveu como o marxismo mostra por que o capitalismo produz pobreza, a exploração, o racismo, a reação e a guerra, e como o socialismo estabelecerá as bases para acabar com esses males e levar a paz, igualdade, democracia e comum prosperidade.

    Estevan Nembhard ensinou a segunda sessão explicando porque o capitalismo sempre se esforça ao máximo lucro em detrimento da classe trabalhadora e resulta na luta de classes. Ele explicou a teoria da mais-valia e materialismo histórico.
    Tina Nannarone ensinou a terceira classe sobre as estratégias marxista e táticas. O grupo discutiu exemplos de estratégias que foram bem sucedidas e estratégias que falharam. Os alunos discutiram qual análise é necessária para planejar estratégias bem sucedidas. Nannarone discutiu a metodologia marxista e por que o seu uso é necessário para alcançar o socialismo.

    A classe final foi ensinado por Jarvis Tyner com o título "Socialismo Para Vencer." Ele examinou o que será preciso para atingir o socialismo, qual o papel que o movimento operário deve desempenhar e por que um movimento democrático forte liderado pela classe trabalhadora é necessário.

    Mais aulas serão realizadas no futuro. Se manifestou grande interesse em NY em aulas sobre os temas: Por que o socialismo responde às necessidades dos 99%; O marxismo como guia para ganhar uma igualdade plena e derrota o racismo; O marxismo como guia para construir o trabalho e a luta por empregos e salários mais altos; O que o marxismo significa para os direitos das mulheres e outros.