DEBATE DA FPA SOBRE OS PRINCIPAIS PROBLEMA BRASILEIROS

 1º Fórum FPA terá Colóquio 
O PT, a questão racial e o movimento social negro

Denise Pacehco

Dentro da programação do 1º Fórum FPA, haverá um colóquio em parceria com a Secretaria Nacional de Combate ao Racismo do PT, que vai tratar da questão racial e o movimento social negro.


Desde o início deste ano, a Fundação Perseu Abramo está organizando conjunto de estudos temáticos sobre os principais problemas brasileiros, além de uma série de estudos e publicações que fornecem análise da situação de cada estado, a partir do diagnóstico sobre a economia, sociedade, infraestrutura e administração pública de cada unidade federativa e as principais regiões.
Neste sentido, a Fundação reuniu um grupo de especialistas em cada tema, provenientes do âmbito acadêmico, movimentos sociais ou órgãos governamentais, para realizar o 1º Fórum FPA “Ideias para Mudar o Brasil”. O evento, que ocorre nos dias 29 e 30 de novembro e 1º de dezembro, vai tentar identificar obstáculos e entraves para a consecução de políticas visando a superação daqueles problemas, a partir de um diagnóstico da situação e de uma avaliação crítica das propostas existentes para enfrentá-los.
Dentro da programação do 1º Fórum FPA, haverá um colóquio em parceria com a Secretaria Nacional de Combate ao Racismo do PT, que vai tratar da questão racial e o movimento social negro.
Membro do coletivo Nacional de Combate ao Racismo do PT, Denise Pacheco, que também faz parte do instituto de Pesquisa e Assessoria de Gênero, Raça e Etnia do Estado de Minas Gerais, fala que um dos objetivos do colóquio “é avaliar a nossa atuação no enfrentamento do racismo na perspectiva do Partido dos Trabalhadores, pois a criação dessas estruturas de governo com caráter de promover direitos são papel fundamental do partido. E nesse sentido, é importante resgatar o processo histórico que levou à construção dessa secretaria, que objetiva combater o racismo. Precisamos ver o que já foi realizar e avaliar o que ainda é necessário fazer” afirmou.
Para a petista, esse colóquio também tem o papel de “agregar os movimentos sociais, o movimento negro especificamente e receber a contribuição de análise deste movimento. Então nesse sentido, uma reflexão do movimento social é muito enriquecedora.  Além disso, vamos contar com alguns teóricos, filósofos e intelectuais para colaborar neste processo” disse Pacheco.
Para mais informações acesse este link. 

COM O PUNHO CERRADO NO AR, PRESOS MAIS DOIS HEROIS DA LUTA SOCIAL

Tribunal julga ocupantes
da Turquillas
O tribunal Superior de Justiça da Andaluzia em Granada iniciou, no dia 11, o julgamento de 54 pessoas, acusadas de terem participado na ocupação de Las Turquillas, no Verão de 2012.
Entre os acusados estão Diego Cañamero e Sánchez Gordillo, ambos dirigentes do Sindicato Andaluz de Trabalhadores (SAT), sobre os quais impendem acusações de usurpação, danos e desobediência grave, delitos que podem ser sancionados com penas até 88 anos de prisão e uma multa de 275 mil euros.
Em declarações à imprensa, Cañamero considerou ser alvo de um «julgamento político» do Governo contra o «movimento social e sindical mais consequente».
O SAT, que promoveu uma concentração de protesto frente ao tribunal, lembra que a herdade «Las Turquillas» é uma propriedade do Estado com 1.200 hectares, dos quais apenas 20 hectares são utilizados pelo Ministério da Defesa, estando o resto da terra ao abandono.
Notando que a herdade se situa na Sierra Sur de Sevilha, uma das comarcas com maior taxa de desemprego, o SAT sublinha que todos os partidos locais, incluindo o PP, já solicitaram a passagem da propriedade para o município de Osuna, como vista a poder ser utilizada com fins sociais e contribuir para mitigar o desemprego.


O RESULTADO DA BURRICE NEOLIBERAL NA ESPANHA

Crédito duvidoso
aumenta em Espanha
Os créditos duvidosos nos bancos da Espanha ascendiam no final de Setembro a 92.224 bilhões de euros, ou seja, mais 29 por cento do que antes do processo de reestruturação e refinanciamento dos empréstimos.
Segundo dados preliminares do Banco de Espanha, publicados dia 6, relativos ao processo de reclassificação de créditos, para além do aumento significativo dos créditos duvidosos, particularmente no setor imobiliário, os bancos tiveram ainda uma forte quebra na carteira de créditos normais, que passaram de quase 74 para 48.19 bilhões de euros.

INICIO DO FIM DA SUPREMACIA EUROPEIA

Saldos bancarios em queda
O valor dos saldos dos bancos da zona do euro caiu 12 por cento entre 2008 e 2012, para 29,5 trilhões de euros, segundo dados divulgados, dia 4, pelo Banco Central Europeu (BCE).
No mesmo período registou-se ainda uma diminuição de dez por cento do número de instituições financeiras, que totalizam agora 2645 entidades.
Em finais de 2012, a Alemanha e a França tinham os maiores setores bancários entre os países do euro, com ativos de 7,6 e 6,8 trilhões de euros, respectivamente.

FIQUE SABENDO NA ZN, PORQUE O PIG NÃO DÁ UM PIU, DA APREENSÃO VOLUMOSA DE COCAÍNA RETIRADA DA AERONAVE DO DEPUTADO GUSTAVO PERRELLA, ALIADO POLÍTICO DO AÉCIO NEVES DO PSDB.

ESCÂNDALO ESCONDIDO Sempre tão diligente em escandalizar qualquer indício de irregularidade ou de desvio de conduta de petistas e de administrações do PT, a velha mídia nacional parece ter se engasgado com a notícia da semana: a apreensão, no Espírito Santo, de um helicóptero com mais de 400 quilos de cocaína a bordo, por agentes da Polícia Federal.

MAIS UM ESCANDALO INTERNACIONAL DE ESPIONAGEM - A EMPRESA LG ELECTRONICS SE APROPRIA DE DADOS PESSOAIS DAS TVS INTELIGENTES SMART TV

A empresa sul-coreana LG Electronics reconheceu recentemente que se apropria de informações pessoais através de seus modelos inteligentes, que coleta dados dos canais que os usuários vêem, os arquivos que estão em pen drives e unidades de disco rígido que se conectam a sua TV , informou a imprensa internacional.

EXPO 2020 - SÃO PAULO FAZ A 5a. APRESENTAÇÃO DA ‘FORÇA DA DIVERSIDADE, HARMONIA PARA O CRESCIMENTO’, OBJETIVANDO SEDIAR O EVENTO

O Brasil, que já está se preparando para acolher a Copa do Mundo no ano que vem e os Jogos Olímpicos em 2016, apresentou a nossa cidade de São Paulo como candidata a eleição para sediar o evento. São Paulo concorre com Ekaterinburgo (Rússia), Izmir (Turquia) e Dubai (Emirados Árabes).

EUA PERDE MERCADO EUROPEU PARA ALEMANHA

Alemanha tem excedente recorde

O excedente comercial da Alemanha atingiu em Setembro o valor máximo de sempre, cifrando-se em 20,4 mil milhões de euros, segundo revelou, dia 8, o instituto de estatística germânico.
Para se encontrar um valor próximo é preciso recuar a Junho de 2008, antes da falência do banco Lehman Brothers, que teve repercussões em todo o sistema financeiro mundial.
O excedente alemão deveu-se a uma subida de 1,7 por cento das exportações e de uma queda de 1,9 por cento das importações, ambas face a Agosto.
Na semana anterior, um relatório do Departamento do Tesouro norte-americano considerou que a política alemã de aumento das exportações e de manutenção do baixo nível da procura interna constitui uma fonte de desequilíbrio prejudicial à Europa e a toda a economia mundial.

BULGAROS CONTRA A MAFIA CAPITALISTA

Protestos na Bulgária

Milhares de búlgaros protestaram, no domingo, 10, em Sofia exigindo a demissão do governo e o fim da corrupção política.
Cerca de quatro mil pessoas, segundo a AFP, concentraram-se na capital búlgara para condenar o «reinado da oligarquia», exibindo inscrições como «Abaixo a máfia» ou «Nós ficamos, emigrem vocês».
O protesto foi organizado por alunos e professores de uma dezena de universidades que nas duas últimas duas semanas têm promovido ações contra as políticas do governo, dirigido desde Maio pelo tecnocrata Plamen Oresharski.

RUSSIA E EUA DECIDIRAM OS PONTOS DA GENEBRA 2

Cem mil mártires por Genebra 2

100,000 Martyrs for Geneva 2, by Thierry Meyssan
 
Enquanto a Conferência de Genebra, em Junho de 2012, tinha fixado as bases da paz na Síria, a guerra seguia o seu curso, durante um ano e meio. Cem mil mortos mais tarde, as potências estrangeiras que planificaram e alimentaram o conflito acabaram por admitir a sua derrota.
Moscou e Washington encaram realizar uma nova conferência em Genebra para os fazer registar a vitória da República árabe síria.
Conferência de Genebra, em junho de 2012, devia lançar as bases da paz na Síria. À época, a Otan havia renunciado bombardear o país tal como o tinha feito na Líbia, para não entrar em conflito com a Rússia e a China. A França de Nicolas Sarkozy tinha negociado a retirada dos seus conselheiros militares do Emirato islâmico de Baba Amr, e obtido a restituição dos seus oficiais que tinham sido feitos prisioneiros. Lógicamente, poderia estimar-se que o Estado sírio tinha ganho a partida e que o retorno à normalidade estaria próximo.
Na tarde de 30 de junho, a França, que acabava de eleger François Hollande para a sua presidência, emitia uma reserva sobre a interpretação do comunicado final. Segundo ele, o governo de transição devia ser aceite por todas as partes, implicando o acordo a partida definitiva do presidente el-Assad. Uma semana mais tarde, o presidente Hollande recebia em Paris a 3a reunião dos «Amigos do povo sírio», tendo como "guest star" (estrela convidada) Abou Saleh, o jovem jornalista da França 24 e da Al-Jazeera que havia feito reinar o terror em Homs. Ponto final para as promessas de Sarkozy: uma vez que a guerra da 4a geração (a das mentiras mediáticas) tinha falhado, passava-se à guerra de tipo nicaraguense com dezenas de milhares de combatentes estrangeiros.
Esta revira-volta da França explica-se, quer pelo apetite de algumas personalidades da classe dominante, como pela corrupção da nova equipe dirigente.
- Para certos capitalistas a crise económica de 2008 marcou a impossibilidade de ganhar muito dinheiro na França, devido ao empobrecimento das classes populares.
Eles pressionaram o presidente Sarkozy a preparar a guerra na Síria e prosseguiram este projeto mesmo quando este negociava a retirada francesa. Os seus interesses foram representados no Eliseu pelo chefe de estado-maior particular do presidente da República, o general Benoît Puga, mantido em funções por François Hollande.
- A campanha eleitoral de François Hollande foi sobretudo, e ilegalmente, financiada pelo Catar. Este minúsculo emirato, outrora ligado à França, era governado depois do golpe de Estado de 1995 pelo ambicioso xeque Hamad. Ele autorizou, em 1999, a Exxon-Mobil a explorar sem freio o gas do país.
Em alguns anos o Catar tornou-se um gigante mundial na produção de gaz, e de facto uma propriedade dos Rockefeller. O presidente Hollande escolheu Laurent Fabius como ministro das Relações Exteriores já que ele havia servido de intermediário entre si e o emirato. Ora, o ministro é o que se convencionou chamar «um amigo de Israel». Neste papel, ele vai levar a França a fazer «sangrar» a Síria.
O ataque foi lançado, a 18 de julho de 2012, por um atentado que custou a vida aos membros do Conselho de segurança nacional. Seguiu-se uma guerra de um ano e meio que fez mais de 100.000 mortos. Deve-se assinalar, agora, que esta guerra não terá solução militar, sendo os Contras substituídos na exata medida da sua eliminação.
Moscou e Washington falam, atualmente, de uma Conferência de Genebra 2. Com efeito, o Reino Unido foi, oportunamente, forçado a retirar-se por uma votação da sua câmara dos Comuns; o emir do Catar foi forçado pelos Estados Unidos a abdicar; a França não pode manter pressão militar após a sua operação no Mali; a Turquia está muito dividida para poder conduzir operações de grande envergadura. Só resta, a bem dizer, um único jogador: a Arábia Saudita.
Riade estabeleceu o seu ministério-adjunto da Defesa em Amã para aí constituir uma força de 50.000 mercenários. Havia sido previsto que o bombardeamento químico de Ghoutta pelos Contras, com material turco, daria o sinal de uma reviravolta da situação. Os comandantes aliados reuniram-se em Amã para afinar a operação de mudança de regime. Só que, depois: zero.
Na realidade, tal como Washington forçou o emir do Catar a deixar a cena, do mesmo modo toda esta excitação não tinha outro fim senão o de forçar a Arábia Saudita à retirada. Após terem gritado de dor, e anunciado querer vingar-se dos Estados Unidos, os Saud entraram aparentemente na linha, assim que John Kerry lhes veio lembrar que só estão instalados no seu trono graças à vontade do Ocidente. Portanto a Conferência de Genebra 2 deverá realizar-se ou, no início de dezembro, ou no fim de janeiro. Os aliados dos Estados Unidos deverão, finalmente, ratificar aí, o acordo secreto concluído entre Moscou e Washington há um ano e meio.
Thierry Meyssan

MAURO RICARDO PROTEGEU A GANGUE DA MÁFIA DOS FISCAIS DO ISS - SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS NA GESTÃO (ESQUEMAS) DE JOSÉ SERRA PSDB/DEM

Desde que estourou o escândalo da máfia dos fiscais do ISS da prefeitura de São Paulo, a Câmara Municipal de Salvador não tem realizado sessão. (Mauro Ricardo é o atual Secretario de Finanças da Prefeitura de Salvador -  O prefeito Antônio Carlos Magalhães Neto/DEM) importou este Mauro Ricardo Costa, para Salvador. O motivo seria a tentativa de os governistas de Salvador blindarem o secretário municipal da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, que deve ser indiciado pelo Ministério Público da capital paulista por participar da gangue.
Mauro Ricardo, responsável pela secretaria mais importante, é acusado de ter mandado arquivar denúncias de desvio de dinheiro recolhido por meio do ISS na gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD). O rombo chega a R$500 milhões. Cada dia que passa, novos dados vão surgindo.

SEMANA ZUMBI DOS PALMARES - Subprefeitura de Mandaqui e Tucuruvi

A FOME MATA O SONHO AMERICANO

Guerra económica
contra os pobres
O Governo dos EUA cortou dia 1 de Novembro o valor da ajuda alimentar a 47 milhões de pessoas. 
A nova medida de austeridade, inserida no quadro da prescrição do programa de estímulo federal de 2009, traduz-se num corte de mais de 30 dólares por mês para a maioria das famílias carenciadas, o que se reveste de especial gravidade tendo em conta que desde o princípio da crise capitalista o número de trabalhadores dependentes de ajuda alimentar mais do que duplicou.

Agora, nos corredores do Congresso, democratas e republicanos buscam um consenso que permita cortes adicionais. 
O jogo é o mesmo de costume: os republicanos assumem o papel de «polícial mau» e propõem um exorbitante corte adicional de quatro bilhões de dólares. Instala-se o nervosismo, sabe-se lá o que é que o polícial mau nos pode fazer mais. Mas nesse momento, o temível agente da autoridade sai de cena e cede o lugar de interrogador a um simpático e democrata «polícial bom» que garante ao detido que é seu amigo e que afinal só pretende um corte adicional de 400 milhões.
Na verdade, o «polícial bom» democrata é responsável por alguns dos mais graves atos de guerra de classe da história recente dos EUA: ainda não há muito tempo, em 1996, o presidente Bill Clinton instituía o Personal Responsability and Work Opportinity Act, uma lei que limitava monstruosamente os subsídios de desemprego, invalidez e deficiência ao mesmo tempo que chantageava os trabalhadores desempregados para que se submetessem a situações de exploração desumanas.


Segundo as estatísticas oficiais do Governo dos EUA, cerca de 50 milhões de americanos vivem em situação de «insegurança alimentar». 
Destes, 16 milhões são crianças. Mas os novos cortes não serão um drama para todos: Bill Simon é o CEO da Walmart, o maior empregador privado dos EUA e uma cadeia de supermercados conhecida pelas condições miseráveis em que explora os seus trabalhadores. No final de 2011, Simon levou para casa um prémio de 14 milhões de dólares, por garantir junto dos partidos republicano e democrata o crescimento dos lucros da sua empresa. Com efeito, os acionistas da Walmart já estão contando com a nova bonança dos cortes e prevêem que a maioria das famílias atingidas pelos cortes agora tenha que comprar comida no gigante dos supermercados.
Os EUA são o país do mundo que gasta mais dinheiro em armamento e guerras. Nem os gastos de defesa combinados de todos os outros países do mundo alcançam as fortunas que os EUA dedicam ao armamento. Com Obama, 57% do orçamento federal é dedicado ao exército e outros corpos militares. A educação, por seu turno, corresponde a 6% e a saúde a 5%. Os verdadeiros problemas de segurança dos EUA, a fome e a miséria do seu povo, são considerados irrelevantes quando comparados às urgências políticas do império. Como é que 50 milhões de trabalhadores vão sobreviver sem este subsídio, não é uma emergência.
A gana canibal da grande burguesia gera também consequências inesperadas. Uma onda grevista começa a ganhar momento e, como esperava Rosa Luxemburgo, contagia os trabalhadores como um fogo na pradaria. Importantes protestos dos trabalhadores dos correios, dos restaurantes de comida rápida, dos professores, dos condutores de onibus e das grandes superfícies comerciais, conquistam agora uma importância política que há cinco anos seria imponderável. E mesmo a nível eleitoral, notam-se importantes sinais de mudança. 
Em cidades como Mineápolis ou Seattle, candidatos que se assumem abertamente como socialistas conquistam estes dias entre 30 e 50% dos votos.

Há pouco tempo, um amigo norte-americano dizia-me que nascer nos EUA é como entrar a meio para um jogo de monopólio: todas as propriedades já estão compradas e onde só temos o dinheiro com que começámos. Como um elefante na sala, torna-se óbvio que a dificuldade crescente do povo estado-unidense em sobreviver não pode ser ultrapassada com as regras deste jogo.

É IMPORTANTE OUVIR HENRIQUE PIZZOLATO PARA ENTENDER QUE O STF RASGOU A CONSTITUIÇÃO - O LADO SARCÁSTICO DO PIG NA CONSOLIDAÇÃO DO GOLPE!



A pedido do senador Eduardo Suplicy, Henrique Pizzolato fala pela primeira vez em público sobre o julgamento da AP 470 .
No ato pela defesa da Democracia que lotou as dependências do auditório da APEOSP - Norte SP, o senador Eduardo Suplicy ressaltou a importância de ouvir o próprio Pizzolato.

TV E RADIO GOVERNAMENTAL ESPANHOLA VAI FECHAR

Valência encerra TV
 
O presidente do governo regional de Valência (Espanha) anunciou, dia 6, o encerramento da rádio e televisão regional (RTVV), após o tribunal ter anulado o despedimento coletivo de mil trabalhadores.
Em declarações à imprensa, Alberto Fabra alegou que a reintegração dos trabalhadores teria custos de 40 milhões de euros, verba que, segundo afirma, as autoridades regionais não dispõem. Por isso a única solução é o fecho da RTVV.
Fabra referiu ainda que a RTVV tem uma dívida acumulada de mil milhões de euros e que os gastos com pessoal atingiam os 72 milhões de euros anuais, algo que, no seu entender, é «insustentável».
Sindicatos e trabalhadores, que haviam saudado a decisão do tribunal como uma vitória, promoveram, no sábado, 9, manifestações em Valência, Alicante e Castelon em defesa da TV pública, mobilizando milhares de pessoas.
O protesto teve o apoio de 160 organizações, designadamente dos comités de empresa de vários canais públicos.

A LUTA LGTB NOS EUA

A diplomacia gay de Obama
The gay diplomacy of the Obama administration
A administração Obama fez da causa LGTB (Lésbicas, Gay, Trans & Bi) uma das prioridades da sua política estrangeira. 
Por todo o lado, trata de utilizar esta questão para promover a ideia que os Estados Unidos são o país da liberdade.
Neste estado de espírito, o departamento de Estado nomeou vários embaixadores abertamente gays (John Berry para a Austrália, James Brewster para a República Dominicana, James Costos para a Espanha, Rufus Gifford para a Dinamarca, David Huebner para a Nova-Zelândia e Daniel Baer para a OSCE).
Simultâneamente, a imprensa atlantista descreve os adversários dos Estados Unidos como homofóbicos (nomeadamente o Irão e a Rússia).
Bem entendido, a realidade é muito diferente : nos Estados Unidos, a sexualidade é livre, mas os homossexuais continuam perseguidos : segundo o FBI, mais de 20% dos crimes de ódio são de homofobia [1]. No Irã, a homossexualidade pertence exclusivamente à vida privada enquanto a Amnistia Internacional persiste em apresentar a condenação à morte de pedófilos violadores e assassinos de crianças como a aplicação da pena capital aos gays. Na Rússia, a Duma adoptou uma lei interditando a propaganda homossexual dirigida à juventude (equivalente ao artigo 227-24 do Código penal francês) afim de lutar contra a prostituição, mas a Amnistia Internacional denuncia como um texto homofóbico e apela para o boicote dos Jogos olímpicos de Sochi.

NORTEAMERICANOS DESMASCARADOS: OS ALIADOS DOS EUA NA SIRIA CONTINUAM MATANDO INOCENTES


 Identificação das crianças mortas
Na sequência da difusão das imagens, distribuídas pelo Exército sírio livre e retomadas pelos serviços secretos norte-americanos e franceses, do massacre de Ghouta, as famílias alauítas de Lattaquié apresentaram queixa por assassinato.
Alguns destes vídeos foram filmados, e depois postados no YouTube, antes mesmo do acontecimento a que se referem [1].
Pode-se observar neles crianças sufocando com uma intoxicação química que é diferente da do gás sarin (este gás provoca emissão de baba amarela e não branca).

As crianças não correspondem a uma amostragem da população : elas são quase todas da mesma idade e têm cabelos claros. Também não estão acompanhadas pelos familiares em luto.
Trata-se com efeito de crianças raptadas pelos jihadistas, duas semanas antes, nas aldeias alauítas nos arredores de Lattaquié, à 200 kms de Ghouta.
Contrariamente às afirmações do Exército sírio livre e aos serviços secretos ocidentais, as únicas vítimas identificadas do massacre de Ghouta são, pois, originárias de famílias apoiantes do governo sírio. As pessoas que posam nos vídeos gritando de indignação pelos « crimes de Bachar el-Assad » são na realidade os seus assassinos.


[1] A propósito dos vídeos do massacre de 21 de Agosto”, Trad. => companheira Alva, 31 de Agosto de 2013.

GENOINO E DIRCEU - HERÓIS E GUERREIROS DO POVO BRASILEIRO!

A MANSÃO DO GENUÍNO


Por Eduardo Guimarães, no “Cidadania” 

Num tempo
Página infeliz da nossa história
Passagem desbotada na memória
Das nossas novas gerações
Dormia
A nossa pátria mãe tão distraída
Sem perceber que era subtraída
Em tenebrosas transações”
Vai Passar

(Chico Buarque)

"O Brasil amanheceu pior do que ontem. A partir de agora, torna-se oficial o que, até então, era uma tenebrosa possibilidade: cidadãos brasileiros estão sendo privados de suas liberdades individuais apenas pelas ideologias político-partidárias que acalentam.

JOSÉ DIRCEU, PERSEGUIDO POLÍTICO... ONTEM E HOJE!


CARTA ABERTA DE DIRCEU

"O julgamento da AP 470 caminha para o fim como começou: inovando -e violando- garantias individuais asseguradas pela Constituição e pela Convenção Americana dos Direitos Humanos, da qual o Brasil é signatário. A Suprema Corte do meu país mandou fatiar o cumprimento das penas. O julgamento começou sob o signo da exceção e assim permanece.

MARACUTAIAS E ROUBALHEIRAS NA EUROPA

Crime organizado, corrupção e lavagem de dinheiro
Intenções não bastam

Um relatório aprovado pelo Parlamento Europeu, constata que a criminalidade organizada, a corrupção e o branqueamento de capitais causam avultados prejuízos aos estados.

O documento votado pelos deputados cifra em 3600 o número de organizações criminosas internacionais que operam na União Europeia.
Parte destas organizações está ligada ao tráfico de seres humanos, fenómeno que afecta todos os estados-membros e gera lucros anuais que ascendem a 25 mil milhões anos de euros.
Assim, o relatório calcula que o número total de trabalhadores forçados nos estados-membros se eleve a 880 mil, 270 mil dos quais são vítimas de exploração sexual, na maioria mulheres.
Por seu lado, estimativas da Comissão Europeia revelam que os custos da corrupção na UE ascendem a cerca de 120 bilhões de euros por ano, ou seja, 1,1 por cento do PIB da UE. Em termos mundiais, a corrupção representa cinco por cento do PIB do planeta (2,6 trilhões  de dólares), sendo que um montante superior a um trilhão de dólares é utilizado anualmente para suborno. A corrupção representa ainda dez por cento dos custos totais da atividade empresarial à escala mundial e 25 por cento do custo dos contratos públicos nos países em desenvolvimento.
Os lucros gerados por atividades ilegais ascenderam a cerca de 3,6 por cento do PIB mundial e os fluxos de dinheiro branqueado em todo o mundo cifram-se actualmente em cerca de 2,7 por cento do PIB mundial.
A fraude fiscal, evasão fiscal, elisão fiscal e o planeamento fiscal agressivo serão responsáveis pela perda anual do «escandaloso montante» de um trilhão de euros de potenciais receitas, o que, salienta o relatório, representa um custo anual de cerca de «dois mil euros para cada cidadão europeu».
Em 2011, perdeu-se um montante de 193 mil milhões de euros de potenciais receitas fiscais (1,5% do PIB) devido a incumprimento ou a não-cobrança, enquanto os custos da corrupção em contratos públicos, em 2012, situaram-se entre 1,4 e 2,2 mil milhões de euros, em apenas oito estados-membros.
Embora destacando alguns aspectos positivos defendidos no relatório, a deputada do PCP, Inês Zuber, lamentou que a maioria do PE tenha aproveitado este relatório para retirar mais «competências que estão no cerne da soberania dos estados», notando ainda que «nenhuma medida é proposta para atacar a "livre" circulação de capitais e os fenomenos de corrupção, criminalidade organizada e branqueam