PRESIDENTA DILMA E FERNANDO HADDAD SE REUNIRAM PARA DISCUTIR INVESTIMENTOS DO PAC EM SÃO PAULO


Haddad se reúne com Dilma para discutir investimentos do PAC em São Paulo

Prefeito apresentou diretrizes de financiamento para os investimentos do PAC em São Paulo à presidenta Dilma. Haddad busca alinhamento para que São Paulo adquira 100% de recursos oferecidos pelo programa


O prefeito Fernando Haddad se reuniu com a presidenta Dilma Rousseff no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), para apresentar diretrizes econômicas e de planejamento para o financiamento de obras por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em São Paulo. Nas próximas semanas o prefeito deve se encontrar novamente com a presidenta para a obtenção de recursos dos dois primeiros anos do seu mandato.

“Nós estamos fazendo agora uma apresentação geral do que São Paulo pretende executar. A cidade tem que se alinhar porque não é só a questão do recurso que está indo daqui (Brasília) para São Paulo. É também o que isso vai gerar de crescimento econômico para o país. Porque o investimento público em São Paulo tem uma taxa de retorno em termos de produtividade média que interessa a União. Nós recolhemos 12% do Produto Interno Bruto do país”, afirmou Haddad.

O prefeito ressaltou que os investimentos em São Paulo realizados por meio do PAC nos últimos anos não foram expressivos. “Nossa taxa de investimento per capita é metade da do Rio de Janeiro. Se você for verificar o que desequilibrou, foram os recursos federais do PAC. Então para eu buscar o equilíbrio dos investimentos necessários para a cidade funcionar melhor, é alinhando as ações de São Paulo com as do PAC”.

A reunião, que durou cerca de duas horas, contou ainda com a participação dos secretários municipais Antônio Donato Madormo (Governo) e Marcos Cruz (Finanças), além dos ministros Aloizio Mercadante (Educação), Alexandre Padilha (Saúde) e Aguinaldo Ribeiro (Cidades). Transporte público, habitação, drenagem, saúde e educação foram os tópicos do encontro.

“Fizemos um abatimento de cada ação da Prefeitura, de cada uma das linhas disponíveis para financiamento de estados e municípios. Apresentamos até um âmbito de investimentos para além de 2016 para que a presidenta tivesse um horizonte do que São Paulo pode realizar a médio prazo, não só no curto espaço de tempo do meu mandato, mas uma projeção de um plano de metas para além de 2016”, explicou o prefeito.

Cada item do plano foi detalhado na apresentação que envolveu um cronograma de obras para os seis próximos anos na cidade. O intuito dessa ação é buscar fontes de financiamento com o detalhamento de quanto os governos Federal e Estadual poderão arcar e assim traçar um planejamento para as obras na cidade.

Postar um comentário