PREFEITO DE SÃO PAULO LANÇA PARCERIAS PARA ACELERAR O EMPREENDEDORISMO NA NOSSA CIDADE


Prefeitura lança Agência São Paulo de Desenvolvimento

Convênio com Sebrae e Caixa Econômica Federal irá estimular o empreendedorismo na cidade com mais postos de atendimento que centralizarão serviços necessários aos microempresários
A Prefeitura de São Paulo firmou nesta sexta-feira (5) convênio com a Caixa Econômica Federal e com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) para a criação da Agência São Paulo de Desenvolvimento. A proposta é que cada subprefeitura receba uma praça de atendimento com postos de instituições bancárias e de ensino que irão assessorar microempreendedores, cooperativados e trabalhadores. 



“Nós estamos encaminhando para a Câmara Municipal um projeto de lei que cria a nossa Agência de Desenvolvimento. Dentro das suas atribuições, esse serviço da Prefeitura de são Paulo vai ter um regime próprio de funcionamento mais ágil e mais moderno”, afirmou o prefeito Fernando Haddad.

Para garantir o apoio necessário com maior agilidade, as Subprefeituras e CATs (Centro de Apoio ao Trabalhador) irão abrir espaços físicos para a implantação da Agência. As unidades contarão com o SEBRAE e agentes ativos da Caixa Econômica Federal para a busca de oportunidades para o microcrédito, além de apoio jurídico, contábil, financeiro e no que diz respeito à educação profissional.

“Precisamos coordenar essa inteligência em proveito do cidadão, porque às vezes o cidadão tem o apoio do crédito, mas não tem o apoio do Sebrae. Às vezes tem o apoio do Sebrae, mas não consegue mão de obra especializada formada pelo Senac e pelo Senai. Consegue o apoio do Senac, mas não consegue registrar o acordo na Junta Comercial. Essa Via Crúcis será substituída por uma praça de atendimento, espécie de Poupa-Tempo do microempreendedor, que vai ser regularizado e vai receber o apoio necessário”, explicou Haddad.

A parceria com a Caixa Econômica Federal irá viabilizar operações de Microcrédito Produtivo Orientado (Crescer), destinado aos empreendedores populares, formais e informais que tenham faturamento anual de até R$ 120 mil. Também serão oferecidas operações de micro-finanças que, juntas, promoverão o empreendedorismo local e a economia popular no município. 

O Senai irá oferecer toda a consultoria necessária para a abertura e gerenciamento de empresas, além de promover cursos e treinamentos. Caberá à Prefeitura incentivar o empreendedorismo oferecendo atendimento especializado para a obtenção de crédito e desenvolver ações de educação financeira e orientação para o negócio junto aos empreendedores da cidade.

Os trabalhos serão coordenados pelas secretarias de Trabalho e Empreendedorismo e de Coordenação das Subprefeituras, que darão apoio logístico para que a atuação seja eficaz. De acordo com Haddad, esse ano já será possível estabelecer os primeiros escritórios da Agência São Paulo de Desenvolvimento.

O prefeito também destacou o importante papel da Controladoria Geral do Município nesse projeto: “A Controladoria coibindo vícios na administração também fortalece esse sentimento de que nós podemos ter um ambiente de negócios mais favorável àqueles que querem ter o seu próprio negócio”.
Postar um comentário