A CONSTRUÇÃO DO PROGRAMA DE METAS DO GOVERNO HADDAD É SIMBOLO DA ONDA DEMOCRÁTICA QUE ESTA LAVANDO O AUTORITARISMO E A INCOMPETENCIA NA CIDADE DE SÃO PAULO


Mais de 5 mil pessoas participam de audiências do Programa de Metas
Encontros ocorreram nas sedes das subprefeituras e contaram com a presença de 5,2 mil pessoas nos dois fins de semana. Audiência temática sobre desenvolvimento econômico sustentável será realizada nesta segunda-feira
Cerca de 3.200 mil pessoas participaram da segunda rodada de audiências públicas sobre o Programa de Metas 2013-2016, realizada no último sábado (20), em 17 subprefeituras de São Paulo. No fim de semana anterior, aproximadamente 2 mil pessoas haviam comparecido às reuniões promovidas em outras 14 subprefeituras. Os encontros reuniram moradores e representantes da sociedade civil, que tiveram a oportunidade de conhecer e discutir as metas destinadas para cada região.


Dessa vez, os encontros ocorreram em São Mateus, Casa Verde/Cachoeirinha, Freguesia/Brasilândia, Pirituba, Perus, Vila Mariana, Butantã, Lapa, Pinheiros, Ipiranga, Jabaquara, Cidade Ademar, Capela do Socorro, Campo Limpo, M'Boi Mirim, Parelheiros e Santo Amaro.

Em Parelheiros, por exemplo, as principais demandas da população foram na área de habitação, educação, saúde e desenvolvimento sustentável. Na ocasião, o subprefeito Adailson de Oliveira destacou a importância do encontro. “É uma oportunidade que todos temos de mostrar quais são as necessidades para melhorar a qualidade de vida da região”, afirmou. 

Oliveira defendeu ainda a importância do aumento da quantidade de empregos na região por meio de atividades sustentáveis que explorem suas potencialidades, tais como o ecoturismo e a agricultura orgânica. 

Audiências temáticas
Além das reuniões nas subprefeituras, também estão programadas audiências temáticas, que têm como intuito aprofundar o debate sobre os três eixos do plano: compromissos com os direitos sociais e civis; desenvolvimento econômico sustentável com redução das desigualdades; e uma gestão descentralizada, participativa e transparente. 

O primeiro desses encontros ocorreu na última quinta-feira (18) e contou com a presença das secretárias Leda Paulani, de Planejamento, Orçamento e Gestão, e Denise Motta, Especial de Políticas para as Mulheres. Cerca de 150 pessoas estiveram presentes na reunião. As demais audiências temáticas serão realizadas nesta segunda-feira (22) e quinta-feira (25), respectivamente. Os encontros ocorrerão no Sindicato dos Engenheiros, sempre das 18h30 às 21h.

A Câmara Municipal também receberá uma audiência para a discussão das metas no dia 30 de abril. Estão ainda programadas audiências devolutivas para a prestação de contas à sociedade.
O plano
O plano, lançado no dia 26 de março pelo prefeito Fernando Haddad, reúne 100 metas que agregam os principais compromissos da gestão atual com a construção e a melhoria de equipamentos e serviços públicos. As metas passarão periodicamente por processos de adaptação participativa e a versão final do documento será divulgada após o término das audiências. O Município estima investir entre R$ 22 bilhões e R$ 23 bilhões na execução do programa.
A Prefeitura disponibilizará pela Internet informações detalhadas sobre o andamento de cada uma das 100 metas, por meio do Simesp, sistema de gestão informatizado que irá controlar o fluxo de implementação de projetos da administração municipal. A tecnologia possibilitará transparência na execução dos objetivos propostos.
Sugestões
Além de participar das audiências públicas, o munícipe também poderá contribuir para o planejamento público enviando sugestões para o Programa de Metas 2013-2016 no e-mail: programademetas@prefeitura.sp.gov.br
Postar um comentário