100 MIL TRABALHADORES POLONESES EM GREVE CONTRA O PACOTE LIBERAL.



Polacos contra pacote liberal


Mais de 100 mil trabalhadores da região industrial da Silésia cumpriram uma greve parcial, dia 26, em protesto contra as reformas laborais, na Saúde e na Educação preconizadas pelo governo liberal de Donald Tusk.
Ao protesto, convocado com uma frente de sindicatos, aderiram os operários dos caminhos-de-ferro, minas, metalurgia e energia, bem como professores e pessoal do sector da Saúde.
Os sindicatos opõem-se às alterações ao código do trabalho que visam alargar o emprego precário e reduzir o pagamento das horas extraordinárias, e exigem a manutenção das reformas antecipadas nas profissões de grande penosidade. Pretendem ainda garantir o acesso a cuidados de saúde e travar o encerramento de escolas e a transferência do seu financiamento para as autoridades locais.

Postar um comentário