FERNANDO HADDAD FOI ELEITO PRESIDENTE DO CONSELHO METROPOLITANO DE SÃO PAULO E PROPÕE PLANO DIRETOR INTEGRADO


Durante abertura dos trabalhos do Conselho em 2013, o prefeito defendeu um planejamento estratégico conjunto dos 39 municípios da região metropolitana.
O prefeito Fernando Haddad foi eleito o novo presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de São Paulo. 

Ao assumir a liderança do órgão, Haddad propôs a elaboração de um plano diretor estratégico para toda a região, que integre as diretrizes de desenvolvimento dos 39 municípios da Grande São Paulo. 


A primeira reunião do órgão em 2013 ocorreu na Praça das Artes, região central de São Paulo. “Para pensar em médio e longo prazo a região metropolitana, você precisa ter um plano diretor. A ideia é que a Emplasa (Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano) capitaneie, junto aos secretários de Desenvolvimento Urbano de cada cidade, a compilação dos planos diretores existentes para criar uma visão de futuro da região metropolitana”, propôs Haddad. 
A partir das informações levantadas pela Emplasa, o conselho elaborará um trabalho de planejamento estratégico integrado, apontando soluções conjuntas para questões como mobilidade urbana e saúde pública. 
O Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de São Paulo é composto por 58 integrantes (17 do Estado, 2 da Assembleia Legislativa e 39 dos municípios). 
Carlos Camargo, prefeito de Cotia, assumiu a vice-presidência do órgão. 
Como medida de curto prazo, Haddad sugeriu que os municípios reúnam em um relatório as principais pendências que poderiam ser resolvidas com a colaboração entre os membros do conselho. 
“São questões simples de resolver. Se tivermos uma governança metropolitana com visão de futuro, fica muito mais fácil governar as cidades e angariar fundos para obras”, afirmou Haddad. Durante a reunião, o prefeito Fernando Haddad anunciou a doação ao município de Cotia de um terreno de cerca de mil metros quadrados, atualmente pertencente à Cohab. No local, está sediado o maior parque de Cotia. A iniciativa é um exemplo de parceria entre os municípios da região metropolitana. 
“A Cohab possui dezenas de milhões de metros quadrados em outros municípios. Disponibilizar este estoque fundiário seria extremamente benéfico para parques e moradias no entorno de São Paulo, o que iria contribuir com o desenvolvimento da própria capital”, explicou o prefeito. 
Entre as próximas tarefas do conselho está determinar como será gerido o fundo. O governo estadual anunciou a criação da Agência de Desenvolvimento Metropolitano, que trabalhará na elaboração de projetos concebidos. Hoje a região metropolitana tem 22 milhões de habitantes. É a terceira maior metrópole do mundo.  No evento, houve ainda o lançamento do Atlas Unidades de Informações Territorializadas (UIT’s) e distribuição do livro Macrometrópole Paulista – Dados e indicadores 2013. 
Região Metropolitana A Região Metropolitana de São Paulo é composta pelos municípios de Arujá, Barueri, Biritiba-Mirim, Caieiras, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Diadema, Embu das Artes, Embu-Guaçu, Ferraz de Vasconcelos, Francisco Morato, Franco da Rocha, Guararema, Guarulhos, Itapevi, Itapecerica da Serra, Itaquaquecetuba, Jandira, Juquitiba, Mairiporã, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Poá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Salesópolis, Santa Isabel, Santana de Parnaíba, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São Lourenço da Serra, São Paulo, Suzano, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista.
Postar um comentário