A TENSÃO NA PENÍNSULA COREANA SE AGRAVA!


ENORME TENSÃO NA PENÍNSULA COREANA - O EUA DISPONIBILIZOU ARSENAL NUCLEAR PARA COREIA DO SUL



11/03/ 2013
Coreia do Norte anula armistício assinado no fim da guerra na Península coreana
A Coreia do Norte declarou como “completamente nulo” o armistício que colocou fim à Guerra da Coreia (1950/1953), fazendo aumentar o clima de tensão na Península coreana.
O jornal oficial do regime norte-coreano Rodong Sinmunrefere publicou que o país declarou  “completamente nulo” o acordo de armistício assinado no final da Guerra da Coreia, destacando que chegou o “momento da batalha final”.
 
15/03/2013
Coreia do Sul e EUA realizam “ataque cibernético” ao regime norte-coreano
O regime da Coreia do Norte acusou os Estados Unidos e a Coreia do Sul de orquestrarem um ataque cibernético contra o país, informou a imprensa internacional. 
“Não vamos permanecer passivos perante estes ataques encetados pelos nossos inimigos e que já atingiram níveis graves e são parte de um plano mais amplo de tentar asfixiar a Coreia do Norte”, afirmou o regime norte-coreano.


19 Março 2013

Os Estados Unidos garantiram à Coreia do Sul que o arsenal nuclear norte-americano e "todos os recursos" militares necessários estarão ao serviço de Seul para defesa contra as ameaças da Coreia do Norte.

Em Washington, o Departamento de Defesa (Pentágono) anunciou que no último dia 18/03 um bombardeiro estratégico norte-americano B-52 voou sobre a Coreia do Sul no âmbito do exercício militar conjunto "Foal Eagle".
Estes voos, considerados rotineiros pelos Estados Unidos, podem também ser realizados pelos mais modernos B-1 ou B-2, com tecnologia que os torna praticamente invisíveis aos radares.
"Não é segredo que tentamos enviar um sinal muito forte (à Coreia do Norte), Nos temos um forte compromisso na aliança com a Coreia do Sul", afirmou o porta-voz do Pentágono, George Little.
Depois da ameaça norte-coreana de lançar um «ataque nuclear preventivo» contra os Estados Unidos, Washington anunciou na sexta-feira a sua intenção de reforçar a sua defesa antimíssil na costa oeste.
A tensão na península coreana agravou-se desde o lançamento em dezembro passado de um foguete norte-coreano considerado pela Coreia do Sul como um míssil balístico e ainda mais com o terceiro teste nuclear de Pyongyang, em fevereiro, que levou o Conselho de Segurança das Nações Unidas a agravar as sanções contra a Coreia do Norte.


26 Março 2013
Coreia do Norte ameaça atacar EUA
O regime da Coreia do Norte ameaçou atacar os Estados Unidos, incluindo os territórios norte-americanos de Guam e Havai, noticia a agência KCNA.
Segundo avança a agência norte-coreana KCNA, o Exército da Coreia do Norte deu instruções para que as suas unidades especiais estejam preparadas para um eventual ataque contra os Estados Unidos, incluindo os territórios de Guam e Havai, no Oceano Pacífico.
 

 

Postar um comentário