A VOZ DOS SEM VOZES - Mumia Abu-Jamal prisioneiro político na dita Terra da Liberdade

Dezenas de pessoas deslocaram-se à prisão de Frackville, Pensilvânia, no último fim-de-semana, para denunciarem o que consideram ser uma execução não-oficial do prisioneiro político norte-americano Abu-Jamal.
De acordo com o jornal Workers World, alguns familiares, amigos e ativistas pela libertação de Abu-Jamal conseguiram, após muito insistência, visitar o condenado e testemunharam o estado debilitado em que se encontra.

Abu-Jamal foi internado de urgência num hospital civil com um choque diabético, no final de Março, depois de lhe ter sido negada assistência adequada durante semanas. No dia 1 de Abril, e apesar de se encontrar longe da recuperação ou sequer de estar estabilizado, foi novamente enviado para a enfermaria do estabelecimento carcerario onde esteve 30 anos aguardando a concretização da pena capital a que foi injustamente sentenciado, fato que leva os seus defensores a acusarem as autoridades dos EUA de pretendem, agora, aplicar-lhe a condenação à morte tratando-o com negligência medica.

Postar um comentário