PEDRÃO RECEBE HADDAD NO CEU

PEDRÃO, O GESTOR DO CEU JAÇANÃ, PROMOVE A CIDADANIA EM SINTONIA COM O GOVERNO HADDAD

Haddad visita o CEU Jaçanã e conheceu as instalações do polo da Universidade Aberta do Brasil instalado no Centro Educacional Unificado Jaçanã. O local foi o primeiro CEU a receber a UAB e  atualmente oferece 409 vagas para cursos de bacharelado e de pós graduação.



Durante a vistoria, Haddad anunciou um novo edital para formação em nível superior de professores. “A Unesp, que é uma universidade pública estadual de alta qualidade, vai abrir 6.000 vagas de pedagogia para quem quer ser professor. São quatro anos de curso em licenciatura e com estas vagas vamos ter uma das maiores universidades do município nos CEUs”, afirmou o prefeito. Segundo o secretário Callegari, o curso aguarda a aprovação do Capes e deverá acontecer na maior parte dos CEUs ligados à Universidade Aberta do Brasil. Atualmente, dos 45 Ceus existentes 32 estão credenciados.
Haddad assistiu a apresentação de dança com o corpo formado por frequentantes do Centro e conheceu a CEI, a EMEF e a EMEI que funcionam no complexo.
Sempre acompanhado pelo povo que se apropriou do ambiente, vistoriou as diversas dependências de apoio e estruturas do CEU conhecendo as atividades que nelas são desenvolvidas. Conheceu a piscina, a cozinha e as salas de convivência do local e as pessoas que fazem desse espaço um polo cultural do mais alto nível de quaiidade prestando serviço para o povo do Jaçanã e adjacências

Haddad recebeu dos alunos do CEU um livro de poesias escrito para um concurso e editado e publico com esforços da cominidade em conjunto com o Centro.

O prefeito recebeu das mãos de uma menina cadeirante o convite para assistir sua apresentação teatral, que ocorrerá no proximo Sabado.
Haddad fez alvoroço junto a juventude e não se furtou em posar para os famosos Selfies que formam pedidos por dezenas de adolescentes.

O Centro Educacional Unificado (CEU)
O Centro Educacional Unificado (CEU) é um complexo educacional, esportivo e cultural caracterizado como espaço público múltiplo.



A cidade de São Paulo conta hoje com 45 CEUs e o Centro de Convivência Educativo e Cultural de Heliópolis.

Os CEUs possuem:
- 01 Centro de Educação Infantil (CEI) para crianças de zero a três anos,
- 01 Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) para alunos de quatro e cinco anos
- 01 Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF), que também oferece Ensino de Jovens e Adultos (EJA).

Todas as unidades são equipadas com quadra poliesportiva, teatro, playground, piscinas, biblioteca, Telecentro e espaços para oficinas, ateliês e reuniões.
Os espaços são abertos à comunidade, inclusive aos finais de semana.

Com programação variada para todas as idades, os CEUs garantem aos moradores dos bairros mais afastados acesso a equipamentos públicos de lazer, cultura, tecnologia e práticas esportivas, contribuindo com o desenvolvimento das comunidades locais.
 
Conheça aqui os CEUs de São Paulo: (clique em cada um para saber mais)

A UAB: Universidade Aberta do Brasil 

A Universidade Aberta do Brasil (UAB) é um sistema integrado por universidades públicas de ensino superior (IPES) que oferece cursos de nível superior para camadas da população que têm dificuldade de acesso à formação universitária, por meio do uso da metodologia da educação mediada. Quando referimo-nos a dificuldade de acesso estamos dizendo das distancias desses candidatos aos centros de formação universitária. O público em geral é atendido, mas os professores que atuam na educação básica têm prioridade de formação, seguidos dos dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica dos estados, municípios e do Distrito Federal.
A ninguém se pode negar a oportunidade de aprender por ser pobre, estar isolado geograficamente, marginalizado, doente ou por qualquer outra circunstância que impeça seu acesso a alguma instituição de ensino. Estes são os elementos que supõem o reconhecimento de uma liberdade para alguém decidir se quer ou não estudar” (Charles A. Wedemeyer).
 O Sistema UAB foi instituído pelo Decreto 5.800, de 8 de junho de 2006, para "o desenvolvimento da modalidade de educação a distância, com a finalidade de expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior no País". Fomenta a modalidade de educação a distância nas instituições públicas de ensino superior, bem como apoia pesquisas em metodologias inovadoras de ensino superior respaldadas em tecnologias de informação e comunicação. Além disso, incentiva a colaboração entre a União e os entes federados e estimula a criação de centros de formação permanentes por meio dos polos de apoio presencial em localidades estratégicas.
Assim, o Sistema UAB propicia a articulação, a interação e a efetivação de iniciativas que estimulam a parceria dos três níveis governamentais (federal, estadual e municipal) com as universidades públicas de ensino superior e demais organizações interessadas, enquanto viabiliza mecanismos alternativos para o fomento, a implementação de cursos de graduação e pós-graduação de forma consorciada. Ao plantar a semente da universidade pública de qualidade em locais distantes e isolados, incentiva o desenvolvimento de municípios com baixos IDH e IDEB. Desse modo, funciona como um eficaz instrumento para a universalização do acesso ao ensino superior e para a requalificação do professor em outras disciplinas, fortalecendo a escola no interior do Brasil, minimizando a concentração de oferta de cursos de graduação nos grandes centros urbanos e evitando o fluxo migratório para as grandes cidades. 

Postar um comentário