A Força das redes sociais do PT fez a diferença

Sem medo de ser feliz, mais uma vez enfrentamos os adversários e todos os tipos de detratores
 
Vítima de um cerco sistemático das forças conservadoras e reacionárias, a militância do Partido dos Trabalhadores com vigor e coragem rompeu esse cerco e disputou as pautas das redes sociais de igual para igual.
Sem medo de ser feliz, mais uma vez enfrentamos os adversários e todos os tipos de detratores. Firmes no propósito de garantir a continuidade do vitorioso Projeto Democrático e Popular iniciado por Lula e continuado por Dilma, fomos à luta.
O entusiasmo e a alegria levaram de volta às ruas de todo o País milhares e milhares de militantes, filiados e simpatizantes petistas.
A perspectiva do retrocesso fez com que se somassem a esse propósito ativistas e cidadãos dos mais variados pensamentos progressistas que resolveram, voluntariamente, dedicar parte do seu tempo à tarefa de reeleger a presidenta Dilma e repelir o atraso.
O trabalho foi árduo. Enfrentamos todo tipo de infâmias, mentiras e invencionices. Não esmorecemos.

A democracia é o valor fundamental que nos move. Democracia com povo. Não compactuaremos jamais com a lógica do pensamento único onde ilações e denuncismos sejam propalados como verdades absolutas e sem direito ao contraditório, fatos bastante em voga em parte da grande mídia brasileira.
A aprovação do Projeto de Lei em tramitação na Câmara do Deputados, que garante o Direito de Resposta na mídia, urge.
A liberdade de opinião tem que ser um direito de todos.
 
Alberto Cantalice é vice-presidente do PT e coordenador de mídias sociais do partido
Postar um comentário