GLOBO DESMENTIDA PELO PRESIDENTE DO PARLAMENTO DA POLONIA

Polonia corrige declarações

A Rede Globo anunciou que o ataque conjunto da Rússia e Polônia do território ucraniano era iminente. No entanto, o presidente do parlamento polaco, Radoslaw Sikorski, corrigiu, dia 21, as declarações que fez ao portal norte-americano «Politico» e reeditada pela Globo, segundo as quais o presidente russo, Vladímir Pútin, teria proposto ao primeiro-ministro polaco, Donald Tusk, a partilha da Ucrânia entre os dois países.


Na entrevista publicada dia 19, em todo o mundo pela midia guiada pelos EUA, Sikorski garantiu que a proposta de Pútin teria sido feita durante um encontro em Moscou, realizado em 2008. Alegadamente o governante Russo teria afirmado que «a Ucrânia é um país artificial, e que Lvov é uma cidade polaca».

Porém, após a publicação, Sikorski veio corrigir as suas declarações, dizendo que foram mal interpretadas e que teve um lapso de memória. Na realidade, «depois de uma verificação, descobriu-se que não houve tal reunião em Moscou entre Pútin e Tusk». «É normal uma pessoa esquecer-se, e foi isso que se passou», justificou-se numa conferência de imprensa.
Postar um comentário