MULTIDÃO PAULISTANA FAZ FESTA NAS RUAS PELA REELEIÇÃO DE DILMA



Por: Equipe Dilma Rousseff - 
Dois grandes eventos na noite desta segunda (20) encheram de festa as ruas de São Paulo. De leste - em Itaquera - a oeste - em Perdizes -, os paulistanos se mobilizaram em uma forte corrente pela reeleição de Dilma.  
O primeiro ato reuniu Movimentos de Cultura, Comunicação, Juventude, Direitos Humanos e Moradia na praça Brasil, em Itaquera. Ao lado de Lula, Dilma criticou a violência presente nos discursos e nas atitudes dos opositores ao governo. “Esse país tem uma tradição de fraternidade, não podemos aceitar preconceito, discriminação contra o que quer que seja. Não podemos aceitar agressões gratuitas pelo que pensamos. Isso talvez seja o maior crime contra a democracia”, afirmou.

Depois de Itaquera, Dilma e Lula seguiram para o Tuca, em Perdizes, onde a presidenta recebeu o apoio de artistas e intelectuais. Durante o evento, a presidenta recebeu rosas vermelhas e um manifesto pedindo sua reeleição. O documento foi assinado por economistas, pesquisadores, profissionais da cultura e do cinema, psicólogos e geógrafos, além de profissionais da Unicamp e universidade do ABC. 
Em seu discurso, Dilma reforçou a diferença entre os dois projetos de Brasil. “Eles pensam o Brasil pequeno, sempre pensaram. Eles fazem a velha política de se atrelar aos grandes países. Querem entregar o Brasil. Querem voltar com a Alca, não querem os Brics e são capazes de menosprezar o Mercosul”, criticou. 
Postar um comentário