GERALDO ALCKIMIN, CONFIRA COMO ESTÁ ASSUSTADOR O NÍVEL DE ÁGUA DO SISTEMA CANTAREIRA!

Estamos passando por esta situação de abastecimento de água porque o planejamento falhou. Não foi feito o que era necessário. Mesmo assim, o Geraldo Alckmin do PSDB foi reeleito diante desta grave crise na gestão do sistema hídrico paulista. 
Especialista sempre alertaram o governo de São Paulo que isto iria acontecer, porem a Sabesp (privatizada pelo PSDB) retira a mesma quantidade de água do sistema há dez anos! 
Com "aquela ajuda da imprensa golpista", o PSDB convenceu a população do estado de São Paulo que a crise hídrica é culpa de São Pedro. Confira agora, com dados da SABESP, como a situação é grave!
Situação do Reservatório 

 OBS. Final de maio a Sabesp começou a retirar água da reserva técnica, conhecida como volume morto, da Represa Atibainha, entre Mairiporã e Nazaré Paulista (reservatório integrante do Sistema Cantareira, principal fornecedor da Grande São Paulo), abaixo das comportas.
 
Entre 2009 e 2013, São Paulo viveu a situação contrária, com chuvas até 30% acima da média. Era natural, diz especialistas, que em seguida viesse um período de seca. "Tinha-se a ideia de que havia autossuficiência de água em São Paulo, mas não é verdade”.
 “A crise expôs a fragilidade do sistema, que opera no limite. Bastaram três meses de pouca chuva para ver que ele não se sustenta."

A permissão para que a Sabesp retire água do Cantareira foi renovada há dez anos, quando o atual governador Alckmin ocupava o mesmo cargo. Na época, já se previa no contrato de outorga buscar formas de reduzir a dependência da região da capital, que é abastecida por outros três sistemas – o Alto Tietê, Guarapiranga e Rio Claro 
Na avaliação do Ministério Público do Estado (MPE), o governo não cumpriu essa exigência. "São Paulo continua a retirar a mesma quantidade de água do que há dez anos  "Estamos passando por esta situação porque o planejamento falhou. Não foi feito o que era necessário."

Postar um comentário