GERALDO ALCKIMIN (PSDB), QUEREMOS SABER O QUE VAI ACONTECER EM SÃO PAULO SE ÁGUA ACABAR?

O calor aqui em São Paulo segue intenso e as chuvas não vieram até agora. 
E se não chover e a água acabar?  
Enquanto isso, o Sistema Cantareira, principal no fornecimento de água na Grande São Paulo, segue batendo recordes negativos e não sabemos o que pode acontecer!  
A gestão eleitoreira da crise da água em São Paulo agrava a situação de um sistema que já está em colapso! 

De acordo com o professor aposentado da USP Julio Cerqueira César. “O uso do volume morto jogou o problema da água para depois da eleição”, disse o professor no evento “Crise da água: de quem é a culpa?”
falta de investimentos no setor, como a construção de novos reservatórios. “A Sabesp é a 4ª companhia de saneamento básico do mundo, e se considerarmos que opera em apenas um país, ela é a maior do mundo. Até os anos 90, a Sabesp chegou a uma situação invejável”, afirma Cerqueira César. “De 1990 pra cá, os governos se preocuparam apenas com os processos eleitorais. A Sabesp aposentou seus engenheiros sanitaristas e passou a ser comandada por economistas e advogados. Parou de se preocupar com seus usuários e passou a se preocupar com seus dividendos.”
Postar um comentário