GOVERNO GREGO CONTINUA A ATACAR O TRABALHADOR

Impostos asfixiam gregos
Os trabalhadores ao Deus dara e os aposentados gregos pagaram mais 52 por cento de impostos na declaração de rendimentos de 2012 apesar de terem sofrido uma forte quebra dos rendimentos.
Segundo dados divulgados, dia 23, pelo Ministério das Finanças grego, o rendimento anual médio dos assalariados e reformados gregos durante 2011, rendimentos declarados em 2012, foi de 14.640 euros, o que representa uma redução de 18,3 por cento em relação aos 17.928 euros declarados no ano anterior.
Apesar disso, o Estado arrecadou mais receitas porque o limite de isenção fiscal passou de 12 mil euros para cinco mil euros anuais. A redução das deduções fiscais por filho e o aumento da tributação do imobiliário foram outros dos fatores que contribuíram para este enorme aumento de impostos.
Assim, enquanto em 2011 cada contribuinte pagou em média 1.091 euros, em 2012 este valor subiu para 1.654 euros. 
Postar um comentário