MAURO RICARDO PROTEGEU A GANGUE DA MÁFIA DOS FISCAIS DO ISS - SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS NA GESTÃO (ESQUEMAS) DE JOSÉ SERRA PSDB/DEM

Desde que estourou o escândalo da máfia dos fiscais do ISS da prefeitura de São Paulo, a Câmara Municipal de Salvador não tem realizado sessão. (Mauro Ricardo é o atual Secretario de Finanças da Prefeitura de Salvador -  O prefeito Antônio Carlos Magalhães Neto/DEM) importou este Mauro Ricardo Costa, para Salvador. O motivo seria a tentativa de os governistas de Salvador blindarem o secretário municipal da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, que deve ser indiciado pelo Ministério Público da capital paulista por participar da gangue.
Mauro Ricardo, responsável pela secretaria mais importante, é acusado de ter mandado arquivar denúncias de desvio de dinheiro recolhido por meio do ISS na gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD). O rombo chega a R$500 milhões. Cada dia que passa, novos dados vão surgindo.


"Mauro Ricardo nunca me contou da investigação dele", disse Edilson Bonfim, da corregedoria da prefeitura de São Paulo; "investigação" do secretário de Finanças indicado por José Serra para a sua gestão e a de Gilberto Kassab se limitou a perguntar aos investigados se a denúncia anônima tinha procedência; como os fiscais que acumularam patrimônio de R$ 80 milhões disseram que não, o caso foi arquivado



A investigação do ex-secretário de Finanças de São Paulo, Mauro Ricardo, sobre a máfia dos fiscais que desviou R$ 500 milhões em impostos e acumulou patrimônio pessoal de R$ 80 milhões se limitou a perguntar aos próprios fiscais se eles eram corruptos. Como disseram que não, Mauro Ricardo arquivou o caso.




Escuta telefônica de um diálogo entre o ex-subsecretário da Receita Municipal de São Paulo, Ronilson Bezerra Rodrigues e Paula Nagamati, ex-chefe de gabinete de Mauro Ricardo- Na gravação, o auditor fiscal afirma que o "secretário" e o "prefeito Kassab" com que trabalhou "tinham ciência de tudo"
Postar um comentário