A OTAN TENTA AMEDRONTAR A RUSSIA

NATO avança com base na Roménia
 

A OTAN iniciou a construção das infra-estruturas que irão albergar o chamado «escudo antimíssil» na Roménia.
O início dos trabalhos foi assinalado, a 28 de Outubro, com uma cerimónia em que participaram o presidente romeno, Traian Basescu; o secretário adjunto de Defesa dos EUA, James Miller, e o secretário-geral adjunto da NATO, Alexander Vershbow.
As novas instalações estão a ser erguidas na base militar de Deveselu, a 180 quilómetros da capital, Bucareste, prevendo-se que fiquem operacionais em 2015.
 
AUMENTA O TERROR IMPERIALISTA
Mais de 20 estados realizam até sábado, 9, na Polónia e nos países bálticos, as maiores manobras da Aliança Atlântica junto à fronteira russa na última década.
O objetivo admitido do simulacro de Guerra Steadfast Jazz 2013 é testar a capacidade da Força Operativa Rápida do bloco militar imperialista, disse o secretário-geral da OTAN, Anders Fog Rasmussen.
Embora participe como observador, a Rússia considera que a iniciativa «reaviva o espírito da guerra fria» e sublinha que não estão totalmente esclarecidos os seus propósitos.
Postar um comentário