A REALIDADE DO CAPITALISMO EM DETROIT - UMA CIDADE FANTASMA

Detroit
A falência da antiga capital automóvel dos EUA começou a ser apreciada por um tribunal federal. 
A dívida de Detroit, a maior localidade norte-americana a declarar bancarrota ao abrigo da lei de insolvência municipal, ascende a 18 mil milhões de dólares (14 mil milhões de euros).

A cidade do estado do Michigan pretende que seja decretada uma moratória para renegociar a alteração dos prazos de pagamento e dos juros, bem como uma redução de uma parte do montante reclamado pelos credores, entre os quais estão fundos de pensões públicos, detentores de quase metade do total da dívida.
Antigo ponto culminante da indústria pesada dos EUA, cujo capital pertenceu sempre à elite que comandou a política norte-americana, influenciando e inspirando múltiplas formas da propaganda anti-sindical, anticomunista, de promoção do liberalismo e do individualismo como valores supremos do «estilo de vida americano», Detroit é hoje uma metrópole fantasma, com os serviços municipais reduzidos ao mínimo indispensável, dezenas de bairros sem iluminação pública e pelo menos 78 mil edifícios abandonados.
Postar um comentário