ZE DIRCEU FALA SOBRE OS DESAFIOS DO GOVERNO DILMA

O que os brasileiros querem do segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff? Quais as suas prioridades? A resposta a esse questionamento pode ser conferida na pesquisa do instituto Ibope Inteligência, divulgada nesta 5ª feira (ontem) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Dentre as prioridades, em primeiríssimo lugar, está a melhoria dos serviços de saúde exigida por nada menos do que 51% dos entrevistados. Em 2º lugar, com 29% igualmente, estão o combate à violência e à criminalidade e o controle da inflação.
Em seguida, vem o aumento do salário mínimo (28%); a melhoria na qualidade da educação (24%); o combate à corrupção (24%) e às drogas (20%); a redução de impostos (18%); a geração de empregos (14%); a redução dos gastos públicos (11%); a ampliação dos programas de combate à pobreza (10%), de habitação/moradia popular (6%) e de programas sociais como o Bolsa Família etc (6%).
Desafio para o governo
A pesquisa CNI/IBOPE aponta para as prioridades do segundo mandato da presidenta – saúde, segurança, inflação e salário mínimo, educação – e não deixa dúvidas de que o cidadão eleitor quer melhores serviços públicos, além da manutenção da renda e do emprego.
Isso coloca um grande desafio para a presidenta Dilma Rousseff e todo o seu governo, incluindo os partidos que o apoiam. Como manter os investimentos, os gastos sociais, o emprego e a renda e, ao mesmo tempo, fazer o ajuste das contas públicas, aumentando juros e cortando gastos, aumentando o superávit e restringindo o crédito?
Sem avançar em uma nova pactuação política e social para fazer as reformas política e tributária, fundamentais para o país, parece improvável conciliar esses objetivos da maioria dos cidadãos brasileiros.
Postar um comentário