A INTERNET NA EUROPA AINDA FECHADA PARA OS POBRES

Internet ainda não é para todos
Uma parte crescente da população dos países da União Europeia utiliza regularmente a Internet, no entanto, persistem grandes diferenças entre países, segundo um estudo do Eurostat divulgado dia 16.
A proporção mais elevada dos que nunca experimentaram a Internet, em casa ou no trabalho, foi registada na Roménia (39%), seguindo-se a Bulgária (37%), Grécia (33%), Itália (32%) e Portugal (30%).
Do lado oposto, os países com menor número de info-excluídos são a Dinamarca (3%), o Luxemburgo (4%) e a Holanda (5%).
Os dados, relativos a 2014, mostram ainda que 65 por cento dos nossos irmãos portugueses utilizaram a Internet nos últimos três meses, enquanto 61 por cento afirmam ligar-se pelo menos uma vez por semana. O uso diário ou quase diário está reservado a pouco mais de metade da população (51%).
Na União Europeia, em média, os utilizadores diários ou quase diários representam 65 por cento. A percentagem dos que se ligam ao ciberespaço pelo menos uma vez por semana sobe para 75 por cento, enquanto os que nunca utilizaram a rede são ainda 18 por cento.
O estudo abrangeu a população entre os 16 e os 74 anos.
Postar um comentário