#PRIMAVERAVALENCIANA REVELA A LUTA DE JORNALISTAS DECENTES CONTRA O PIG ESPANHOL

Nota da Comissão de
Trabalhadores da Rádio Televisão Valenciana

EM FAVOR DA #PRIMAVERAVALENCIANA
A Comissão de Trabalhadores da Rádio Televisão Valenciana afirma que as notícias no canal 9 e Rádio 9 está oferecendo à população, são informações distorcidas dos protestos estudantis desde a entrada ao  vivo na semana passada no centro de Valencia.
Também eles não estão dando atenção a informações relevantes e fatos que levaram à paralisação de grande parte da cidade e que foram ecoadas preferido até mesmo na mídia internacional.
Desde a tarde de ontem, quando cargas da polícia resultaram em mais prisões e feridos, todas as notícias da Rádio e da Televisão Pública de Valenciana seguiram o mesmo enredo e visual - intencionalmente buscaram esconder todas as imagens de choque e brutalidade policial contra os estudantes da IES Lluis Vives
A Policia é apresentada como vítima à polícia (chegam garantir que a maioria dos lesionados são os agentes policiais) e os alunos, menores de idade, como culpados.
Não informam sobre os relatos de que há entre os feridos jornalistas de vários meios de comunicação
Descontextualizam as causas dos eventos, reduzindo-a apenas "problemas" e "incidentes"
Escondem  a verdadeira razão para os protestos:. Os cortes na educação aprovados pelo Conselho e a falta de aquecimento - Calefação.
O Canal 9 se limita a apresentar as declarações do Chefe de Polícia que insiste posicionar os estudantes verdadeiros "inimigos"
Tentam desacreditar os protestos garantindo que as medidas não estão aprovadas quando em  verdade  não estão comunicadas ainda
Por todo exposto é que pedimos a demissão do Diretor Geral da Rádio Televisão Valenciana, José Lopez Jaraba, dos diretores do Canal 9, Luis Redondo, e da Rádio 9, Romeral Nuria, e os respectivos chefes de redação; Salud Pedros e Juan José Braulio.
Acreditamos que a cobertura que estão impondo aprofunda o divórcio entre nossos veiculos e parte da sociedade valenciana, deslegitimando nossa missão como servidor público. A irresponsabilidade desses diretores pode por em risco a integridade dos trabalhadores que são enviados para cobrir essa informação. O Comitê Empresa de Rádio e Televisão Valenciana também simpatiza com as demandas legítimas dos alunos, pais e professores e a eles manifesta seu apoio.
Finalmente, o Conselho da empresa lembra que os trabalhadores ameaçados de demissão por ERE RTVV participam de manifestação contra o cortes de verbas na defesa e em favor do Setor Público. Nesta demonstração, os trabalhadores do Canal 9 e Rádio 9 tentarmdar voz a todos os setores da sociedade Valenciana  silenciados por essa Gestão.

IMAGENS QUE O PIG VALENCIANO NÃO MOSTROU HOMENAGEIAM O PINHEIRINHO
Após a repressão brutal em Valência, protestos estudantis se espalharam pela Espanha
Estudantes de toda a Espanha estão lançando protestos contra a forte repressão policial teve lugar em Valência durante os últimos dias, contra estudantes da Escola Publica Lluís Vives que se manifestavam em oposição a crise econômica que assola a Europa e fortemente a Espanha.
Em Madrid e Barcelona, ​​vários grupos estão se organizando para protestar junto da Escola Publica Lluís Vives, que se tornou o ícone da cahamada Primavera de Valência. As chamadas para "apoio" abrangem as principais cidades do País.
Em Madri, é o movimento acontece em frente do Ministério da Educação. As concentrações atingem a Universidade de Almería. Em outras cidades como Benidorm, Alicante, Cáceres, Sevilha, Málaga, Granada, Palma de Mallorca e Tarragona as marchas estão tomando as principais praças, em frente de predios do governo e até mesmo em frente à sede da Partido Popular em Jerez.

Postar um comentário