PETROBRÁS anuncia descoberta de novas reservas de Petróleo na Amazônia

Amazônia:
Petróleo e gás na Bacia do Solimões
SÃO PAULO - A Petrobras disse nesta sexta-feira que encontrou óleo de boa qualidade no Estado do Amazonas. Neste sábado a Petrobras anunciou a Reuters, a descoberta de uma nova reserva de petróleo e gás na Bacia do rio Solimões, no Amazonas, no Norte do Brasil.

A reserva tem capacidade de produção diária de 1.400 barris de petróleo e 45 mil metros cúbicos de gás, de acordo com uma nota da empresa. Esta foi a segunda descoberta no Bloco SOL-T-171.   A empresa disse que se confirmada a viabilidade comercial da descoberta, pode ser criado no local um novo pólo produtor de petróleo e gás natural, de acordo com a Petrobras.
A empresa possui 100% dos direitos de exploração e produção na concessão. O Títulos Petróleo Brasileiro SA (PETR4) está postando seu maior rali em oito semanas, dissipando preocupação a oferta produtor de petróleo estatal brasileira de 7000 milhões dólares.
Os títulos em dólar com vencimento em 2015 e 2017 da Petrobras, estão subindo, um dia depois do produtor brasileiro de petróleo vendê-los como parte de uma oferta recorde 7 bilhões de dólares no exterior. 
As notas da Petrobras de 1,25 bilhões dólares de 2.875 por cento devidas em fevereiro de 2015 renderam 206 pontos basea mais do que títulos do Tesouro dos Estados Unidos às 12:15 horas, (horário de NY), depois da abertura de 275 da venda de ontem, de acordo com o Trace, sistema de comunicação dos preços do setor financeiro .
O rendimento global caiu para 2,33 por cento de um rendimento de 3,05 por cento de acordo com dados compilados pela Bloomberg.  Os títulos da empresa de 1,75 bilhões dólares com 3,5 por cento devidos em fevereiro de 2017 renderam 259 pontos base, ou 2.59 pontos percentuais, a mais do que os títulos do Tesouro (americano, ou treasuries), em comparação com 290 pontos-base na venda. 

Precificação de títulos no mercado internacional ainda repercute na imprensa internacional


Bloomberg noticia que os bônus em dólares da Petrobras, com vencimento em 2015 e 2017, estiveram em recuperação um dia após a empresa brasileira vender, em uma operação recorde, US$ 7 bilhões em títulos no exterior. Em outra matéria, o veículo expõe a declaração de Vinicius Pasquarelli, um operador de mercado da Tradition Asiel Securities, em Nova York. O Financial Times, por sua vez, afirma que a oferta da Petrobras de US$ 7 bilhões foi “uma indicação do latente interesse dos investidores internacionais para nomes de qualidade dos mercados emergentes”. A Dow Jones também comenta o assunto

Postar um comentário