Colômbia e Peru mais próximos da UE


A Colômbia e o Peru estão agora mais próximos da União Europeia, com a assinatura de acordos para a dispensa de vistos para quem viaja entre o bloco e estes dois países.
Esta dispensa de vistos, além de facilitar a vida aos viajantes, deve também estimular os negócios.

O acordo é o principal fruto do primeiro dia da cimeira entre a União Europeia e os países da América Latina e Caraíbas (CELAC).
Para o segundo e último dia, há outros temas na agenda: “Nesta cimeira, os líderes esperam apoiar o processo de paz na Colômbia e o futuro acordo político e de cooperação entre os Estados Unidos e Cuba. Os contactos começaram no ano passado e devem estar concluídos até ao final deste ano”, relata, de Bruxelas, a correspondente da euronews Marta Vivas.
"Todo o investimento das multinacionais acabou por causar desigualdades, ao agravar a pobreza nos nossos países."
A cimeira foi também palco de protestos contra os lóbis que apoiam as multinacionais ocidentais, que muitos acusam de empobrecer as populações da América Latina: “Todo o investimento das multinacionais acabou por causar desigualdades, ao agravar a pobreza nos nossos países”, diz Wendy Cruz, do movimento “Vía Campesina”.
Durante a cimeira, os países da União Europeia decidiram investir 118 milhões de euros na América Latina e nas Caraíbas.
Postar um comentário