Partido Comunista Português se encontrou com Dilma


O Secretário-geral do Partido Comunista Português recebeu Dilma Rousseff, que se deslocou a Portugal para participar em conferências públicas. Durante o encontro, ocorrido no dia 14, no Centro de Trabalho Soeiro Pereira Gomes, sede do Partido, Jerónimo de Sousa reafirmou a posição solidária do PCP para com a presidente eleita do Brasil, e de denúncia e condenação do autêntico golpe de Estado que representou a sua ilegítima destituição.
«Uma operação golpista dirigida contra o processo de sentido progressista e de afirmação soberana que teve lugar no Brasil desde 2003, com a eleição do Presidente Lula da Silva e, posteriormente, com a eleição de Dilma Rousseff à Presidência do Brasil», afirma-se em nota emitida pelo gabinete de imprensa.



«O Secretário-geral do PCP reafirmou a solidariedade dos comunistas portugueses para com os comunistas e outros democratas, patriotas e progressistas brasileiros e a sua resistência face à ofensiva contra os direitos, a democracia e a afirmação soberana do Brasil conduzida pelo governo golpista de Michel Temer, e pelo prosseguimento do caminho das transformações políticas, económicas e sociais que os trabalhadores e o povo brasileiro anseiam», precisa-se ainda no texto.
Postar um comentário