Dez coisas boas sobre a terceirização por Prof. Fernando Horta UNB

:

Dez coisas boas sobre a terceirização que você não vai ver no PIG



1) os terceirizados não precisarão se preocupar com a reforma da previdência, não irão contribuir e nem se aposentar. É uma preocupação e uma luta a menos. 

2) você pode abrir um restaurante sem contratar um único garçom ou cozinheiro, pode abrir uma clínica médica sem contratar um único médico ou enfermeiro. Se você tiver capital pode fazer o que quiser. 

3) Será o fim dos chatos "call centers" pois a resposta será sempre "este é um problema da terceirizada, favor entrar em contato com eles" 


4) em pouco tempo o sistema de saúde do Brasil se normalizará pois trabalhador terceirizado que se acidentar não terá qualquer assistência, e o número de óbitos ajudará sobremaneira nosso conturbado sistema de saúde. 



5) todos os que hoje pagam direitos trabalhistas irão demitir imediatamente o que causará a curto prazo milhões de vagas de empregos! 

6) Todo brasileiro com mais de 18 anos terá que ter um cnpj! Seremos um país de empreendedores! 

7) Não há mais motivo para hostilizar motoristas do Uber, somos todos Uber. De verdade. 

8) O mercado vai regular a qualidade dos serviços! Podemos esperar para médio prazo que tudo no Brasil passe a ter uma mistura da qualidade das empresas de telefonia junto com os planos de saúde! 

9) Vamos economizar com a redução drástica do custo de manutenção da justiça do trabalho. Ela continuará existindo porque parlamentares continuam com suas carteiras de trabalho assinadas, mas afora eles, ninguém mais precisará. 

10) Receber salário será realmente uma alegria única, uma vez que você saiba que entre os terceirizados quase 40% têm rotineiramente seus vencimentos atrasados ou simplesmente não pagos. Você dará muito mais importância ao seu salário!


Enfim se você tem dinheiro e não precisa trabalhar a terceirização é a melhor coisa que poderia ter lhe acontecido!
Se...
Edit 1: a terceirização vai resolver os problemas dos clubes de futebol uma vez que agora serão 11 empresas contra 11 empresas em campo. Nada mais de pagamentos pela justiça do trabalho!
Postar um comentário