ROBERT KENNEDY SUPOSTAMENTE SUFOCOU MARILYN MONROE COM UM TRAVESSEIRO

Novos documentos lançam luz sobre a morte de Marilyn Monroe.

Novos documentos lançam luz sobre a morte de Marilyn Monroe

De acordo com uma investigação privada de Fred Otash, a atriz brigou com o seu amante Robert Kennedy, que a sufocou com um travesseiro.


Os documentos de arquivo de Fred Otash foram descobertos por sua filha Colleen.  Fred Otash foi um dos mais famoso detetive de Hollywood. Ele morreu em 1992.


Segundo Otash, Monroe teve um relacionamento sexual com os irmãos Kennedy, John e Robert. Monroe reclamava que ela era tratada " como um pedaço de carne " . O investigador particular insiste que em agosto de 1962, poucas horas antes de sua morte, a atriz lutou com Robert Kennedy e ator britânico Peter Lawford.
 
" Houve uma violenta discussão sobre seu relacionamento, comprometimento e as promessas que tinha feito.Ela estava gritando, quando ambos tentaram acalmá-la. Ela estava no quarto, Bobby pegou um travesseiro e colocou-o em seu rosto enquanto ela se sentou na cama para evitar que vizinhos ouviram os gritos. Finalmente, ela ficou em silêncio e então ele (Robert Kennedy) foi rápido a sair de lá " , escreve Otash, citado pelo jornal The Hollywood Reporter.

O relatório do jornalista Kennedy sugere que apenas se preocupam em calá-la e sair e sair, e que em nenhum momento se preocuparam com o fato de a atriz ter entrado em colapso ou simplesmente parodo de respirar. Após esse momento, tudo o resto já é conhecido, a imprensa mundial ecoou a morte da loira Hollywood, mas sim, a sua morte sempre foi rotulada como uma " morte em circunstâncias misteriosas " .

Fonte: RT
Postar um comentário