E AGORA PIG? FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS DIVULGOU A TERCEIRA DEFLAÇÃO SEGUIDA

PREÇOS EM QUEDA 
O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), teve variação de -0,61% em julho/2014. Foi a terceira deflação seguida. Com o resultado divulgado hoje (30), o indicador está acumulado em 1,83% no ano e chega a 5,32% em 12 meses, menor taxa em 2014. Três meses atrás, o IGP-M estava próximo dos 8%.










1
O IPA, que mede os preços ao produtor e responde por 60% do índice total, teve variação de -1,11%, ante -1,44% em junho. Agora, chega a 4,52% em 12 meses. Os alimentos in natura tiveram nova queda (-7,71%), embora menor que a do mês anterior (-12,73%).
Os preços ao consumidor (IPC) foram de 0,34%, em junho, para 0,15%. A FGV destaca a influência do item passagem aérea: de 2,98% para -13,11%. Entre os grupos, quase todos tiveram taxas menores. No caso de Alimentação, por exemplo, a variação foi de -0,07%. O único grupo com alta foi Habitação (de 0,45% para 0,48%), com influência da tarifa de energia (de 0,26% para 1,13%)
Dos vários itens com preços em queda, a fundação cita roupas (de 0,61% para -0,34%), tarifa de ônibus urbano (de 0,37% para -0,36%), medicamentos (de 0,19% para -0,03%), carnes bovinas (de 1,13% para 0,04%), jogo lotérico (de 6,44% para 0,00%) e tarifa de telefone móvel (de 0,32% para 0,01%), respectivamente.
O IPC, que representa 30% da taxa geral, está agora acumulado em 6,69% em 12 meses.
O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) variou 0,80%, também abaixo do resultado de junho (1,25%). Soma agora 7,22% em 12 meses.

Postar um comentário