Haddad vivencia a Zona Norte e sabe como melhorar a Região


É preciso investir em transporte público para acabar com o apagão no trânsito
 
Em visita nesta quinta feira (5) à região da subprefeitura de Santana/Tucuruvi, o pré-candidato a prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou que é preciso investir em transporte público para acabar com o apagão no trânsito e no serviço de transporte que a cidade vem enfrentando nos últimos tempos.

Nos últimos três meses, os trens da CPTM e o Metrô sofreram 15 panes prejudicando milhares de usuários. E o transporte por ônibus que é um serviço municipal não foi ampliado nos últimos oito anos. Resultado: superlotação de ônibus e trens e trânsito caótico. E na falta de um transporte de qualidade, o paulistano recorre ao carro para circular pela cidade.

“Acabar com o apagão do trânsito e do transporte público será nossa prioridade”, afirma Haddad. 

Durante visita a uma cooperativa de transporte da região, Haddad voltou a criticar a gestão Serra/Kassab por ter abandonado a ampliação e melhoria do serviço de transporte público municipal.

A atual administração municipal, iniciada em 2005, prometeu fazer 68 novos quilômetros de corredores de ônibus, mas nada saiu do papel até agora. 

“Não sei o que é pior para SP. Ter um prefeito que abandona a cidade ou aquele que fica e não faz nada, ocupando espaço”, disse Haddad.

Além da cooperativa de transporte, Fernando Haddad conheceu dois projetos sociais que atendem crianças e adolescentes. Esses projetos são desenvolvidos por entidades que não recebem ajuda dos governos municipal e estadual. 

Haddad esteve ainda no Horto Florestal, e no horário de almoço, participou de um encontro com empresários e ambientalistas da região. Durante o encontro foi abordado o impacto negativo da construção do trecho norte do rodoanel para a região.
Postar um comentário