OBAMA DIZ QUE HAVERA CONSEQUENCIAS PARA GOVERNO UCRANIANO

 Ucrânia sob ameaça de sanções
por parte dos Estados Unidos
 
Os Estados Unidos ameaça o governo da Ucrânia com sanções para forçá-lo a negociar com os partidos da oposição, que exigem um acordo de associação com a União Europeia (UE).
"Todas as opções políticas que estão na mesa, incluindo sanções, mas que, obviamente, ainda está sendo avaliada," disse o porta-voz do departamento de estado, Jennifer Psaki.
O funcionário ofereceu tais declarações um dia depois do Secretário de estado, John Kerry, que expressa a resposta de "indignação" ao governo ucraniano pelos protestos dos defensores dos partidos Batkivschina, Udar (batida) e Sbovoda (liberdade).
Ucrânia viu hoje, e vive por mais de três semanas, uma nova rodada de tensão política, que parece se demorasse a insistência destes grupos políticos para não desistir em suas demandas, que vão além da renúncia do gabinete do primeiro-ministro Nikolai Azárov.
As três frações oposição parlamentar querem a assinatura de um acordo de associação com a UE, adiada em novembro pelo executivo, e o reinício das negociações com o Fundo Monetário Internacional.
Também permanecem na lista de exigências a incondicional a liberdade da ex-primeira ministra de Yulia Timoshenko , presa desde outubro de 2011 e o avanço das eleições presidenciais, marcada para a primavera de 2015.

Postar um comentário