GOVERNO FRANCES ENFRENTA 370 MIL PARA PROIBIR REFORMAS


Direito à reforma

Thousands protest in France over pension reforms

Cerca de 370 mil pessoas manifestaram-se, dia 10, em 180 localidades de França contra a redução dos direitos de reforma, designadamente o aumento das quotizações e do período de contribuições de 41 para 43 anos, para aceder à pensão completa.
O protesto nacional foi convocado pela Confederação Geral do Trabalho (CGT), pela Força Operária (FO), pela Federação Sindical Unitária (FSU) e pela central «Solidários», que convocaram para ontem, quarta-feira, 18, um novo protesto em Paris, coincidindo com a reunião do Conselho de Ministros.
As alterações anunciadas pelo governo de François Hollande significam que grande parte dos franceses, em particular os jovens, terá de trabalhar até aos 70 anos para ter direito à pensão completa.
Postar um comentário