Um Exército contra a Dengue no Mandaqui


Na última semana, soldados do Exército em parceria com agentes da SUvs atuaram no combate à dengue na região do Mandaqui.

Os soldados treinados da Coordenação de Vigilância Sanitária (Covisa) saíram a campo e visitaram todas as casas no Lauzane e arredores, com objetivo de identificar e eliminar os criadouros do mosquito Aedes aegypti.Imagem do post
No atual surto, cerca de 38% dos casos estão concentrados na zona norte. Foram confirmadas quatro mortes pela doença neste ano e os militares, que foram capacitados para orientar a população sobre os modos de evitar a proliferação do inseto transmissor da dengue, cumpriram sua missão com extremo sucesso.
Ao todo, 50 soldados foram disponibilizados pelo Comando Militar do Sudeste e a performance foi tão satisfatória que o grupo mereceu a visita do Chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Sudeste, General de Brigada Riyuzo Ikeda 
Quando anunciou o incio da parceria, o prefeito Fernando Haddad destacou que os soldados atuariam, sobretudo, nas regiões mais violentas. “Não se trata de um problema quantitativo, mas qualitativo. Se a equipe está acompanhada de um soldado, a pessoa se sentirá mais segura em abrir a porta”, declarou à época. De acordo com a secretaria de Saúde, a recusa nas visitas chegava um elevado índice de 20% das casas.
Postar um comentário