IMPRENSA GREGA DA EXEMPLO PARA A IMPRENSA BRASILEIRA

Imprensa continuou a greve na Grécia
No final de uma greve de 48 horas, realizada nos dias 21 e 22, o sindicato dos jornalistas gregos, Poesy, anunciou uma nova paralisação de três dias e terminada no dia 27.
A greve abrangeu a imprensa escrita, impressa e digital, as agência de informação e os gabinetes de imprensa, assim como as televisões, públicas e privadas.
A decisão foi tomada após o governo ter apresentado no parlamento o projeto de diploma que altera o regime de aposentadoria. O sindicato apelou aos jornalistas para não participarem nas conferências de imprensa do governo e boicotarem todas as declarações ministeriais relativas à reforma das pensões.
Em greve estiveram também os 14 sindicatos da Federação dos Marinheiros, em defesa dos direitos de aposentadoria garantidos pela sua caixa de pensões, rejeitando a sua inclusão na Agência de Segurança Social Unificada.
Nos últimos anos, os aponsentados e pensionistas perderam cerca de 30 por cento dos seus rendimentos. No âmbito das negociações com a troika, o governo grego aceitou subir o IVA de 23 para 24 por cento.
Postar um comentário