ASSASSINOS DA ATIVISTA AMBIENTAL, BERTA, FORAM CAPTURADOS


As «autoridades hondurenhas anunciaram a captura de quatro presumíveis responsáveis pelo assassinato de Berta Cáceres», em 3 de Março.
Entre os suspeitos estão um major do exército e um outro militar aposentado, e um funcionário da Empresa de Desenvolvimento Eléctrico, a cujos projetos a coordenadora do Comité Cívico de Organizações Populares e Indígenas das Honduras (Copinh) se opôs com determinação.

A família de Berta Cáceres voltou a reclamar publicamente pela sua exclusão do processo de investigação, razão pela qual é incapaz de «verificar se as capturas realizadas são produto de diligências exaustivas, nem tão pouco se estas compreendem a responsabilidade sobre o crime a todos os níveis». Nesse sentido, reiteraram, com o apoio da Copinh, que o homicídio seja investigado por um painel de especialistas internacional.
Postar um comentário