MAIS TORTURADORES AMERICANOS DESMASCARADOS

O Departamento da Defesa dos EUA divulgou 198 fotos de abusos e torturas cometidos contra prisioneiros sob custódia da CIA e de militares norte-americanos, entre 2003 e 2006, no Afeganistão e Iraque
A publicação foi ordenada pela Justiça, onde a União Americana de Liberdades Civis (ACLU, na sigla inglesa) trava com a Casa Branca uma batalha judicial pela divulgação de todas as imagens relativas a maus-tratos e violações dos direitos humanos cometidos durante as invasão e ocupação daqueles países.
O acervo disponibilizado na página do Pentágono na Internet, constitui, porém, uma selecção «susceptível de enganar o público sobre a verdadeira extensão do abuso [dos detidos]», considera a ACLU, organização que prossegue a batalha legal pela desclassificação de cerca de outras 1800 fotos, cuja divulgação, recorde-se, foi travada em 2009 por iniciativa de altos responsáveis políticos e militares de Washington.
Postar um comentário