A PERUCHE HONROU AS TRADIÇÕES! PERUCHE É POVO, SAMBA E DIGNIDADE! É O QUILOMBO DA LIBERDADE, DA IGUALDADE E DA FRATERNIDADE!

 
EU SOU PERUCHE, NÃO LEVE A MAL!
A GRANDE CAMPEÃ DE CARNAVAL
 EXIGE DE QUEM VEM DA AV. PAULISTA
O MESMO RESPEITO
QUE SEMPRE TEVE DO POVO NA PERIFERIA!
O Desfile da Peruche foi magnifico trazendo uma grande Homenagem ao Samba de todos os Tempos. Uma linda declaração de amor ao samba, que em 2016 completará 100 anos do registro oficial da primeira obra.
Foi uma homenagem a todos os baluartes que construíram parte desta história feita de uma forma toda própria, mostrando momentos importantes, destacando algumas personalidades, focando nos sambas, mostrando como o samba nasceu e algumas obras que se eternizaram nos corações.
Também mostrou como o samba , de perseguido, se tornou a cara do Brasil e como cantou as muitas faces deste pais, relembrando algumas obras inesquecíveis de sua face mais amada pelo povo, o Samba Enredo.
Veja galeria de fotos do desfile

estrela
 “Ponha um pouco de amor numa cadência e vai ver que ninguém no mundo vence a beleza que tem o samba… 100 anos de samba, minha vida, minha raiz” 
Autores: Jairo Roizen, Ronny Potolski, Madureira, Marcelo Madureira, Alex Barbosa, Sukatinha, Bagé, Tubino, Igor Vianna, Thiago Sousa, Gilson, Kaballa, Victor e Meiners
Samba Enredo
FIRMA O PANDEIRO E O TAN TAN
TEM SAMBA ATÉ DE MANHÃ
E A NAÇÃO PERUCHEANA FAZ A FESTA
O MEU BATUQUE ECOOU, UM LINDO CANTO DE AMOR
A FILIAL CHEGOU
NA GINGA VEM O POVO NEGRO
CELEBRANDO A VIDA E A MAGIA ANCESTRAL
DAS BANDAS DE ANGOLA E DO CONGO
BATENDO NA PALMA DA MÃO
BAIANAS ABRAÇARAM A TRADIÇÃO
NA PRAÇA XI, O BERÇO IMORTAL
HERANÇA DOS TERREIROS DE IAIÁ
SÃO BATUQUEIROS QUE VENCERAM PRECONCEITOS
A NOBREZA DA CULTURA POPULAR
CAVAQUINHO A TOCAR, SENTIMENTO NO AR
É POESIA ETERNIZADA EM CADA NOTA
O SOM QUE AFLORA É A CARA DO POVO
“AQUARELA” QUE PINTOU UM MUNDO NOVO
ENTÃO, “MEU BRASIL, BRASILEIRO”
É DE BAMBAS, CELEIRO
NAS RUAS, VIELAS, A VOZ DA FAVELA
ACORDES QUE TROUXERAM LIBERDADE
NÃO MARCAM BOBEIRA, A BOEMIA E A MALANDRAGEM
À LUZ DA LUA SUAS FACES VÃO BRILHAR
E NOS QUINTAIS, INSPIRAÇÃO DE UM NOVO DIA
SE TEM O BANJO E O REPIQUE, VAMOS SAMBAR NO CACIQUE
FAZER DO ENREDO UMA CANÇÃO
EU SOU PERUCHE, “NÃO LEVE A MAL”
“A GRANDE CAMPEÃ DE CARNAVAL”
UMA DESCLASSIFICADA SEM NOÇÃO


Conhecida nos protestos do ano passado como a ‘Musa do Impeachment’, a sem-noção, Juliana Isen, pensou que estava desfilando na Paulista, ao lado de seus parceiros ignorantes que buscam a todo custo acabar com aos avanços que o Brasil conquistou nestes últimos anos.
Ela não estava nem ai para a Escola ou para o desfile, só queria mesmo era protestar contra um governo Popular que tem combatido a corrupção como nunca antes, colocando corruptos graúdos na cadeia e mostrando que o pobre não tem de pagar pela crise, como sempre aconteceu na nossa historia. 
A direção da Unidos do Peruche não permitiu que ela usasse o tapa-sexo com o rosto de Dilma, o que a deixou  revoltada. Então, começou a esbravejar:  “Quero mandar o meu recado”
Mesmo assim, a princípio, Juliana, que era madrinha das passistas, deu a entender que acataria a decisão, para não prejudicar a “escola do coração”. Mas, no meio do desfile começou a despir-se tentando mandar a sua mensagem reacionária e prejudicando a Escola. Nesse momento ela foi educamente convida a se retirar pelos componentes da Peruche que a conduziram ate perto da saída.
Na sequencia da expulsão, os responsáveis pela organização foram obrigados a agir com mais força 
 diante da insistência da moça em continuar com seu espetáculo particular que certamente causaria mais danos ao desfile.

Pouca gente tomou conhecimento da Nota emitida pela Unidos do Peruche sobre a questão envolvendo Ju Isen, a Musa infame dos movimentos retrógrados do Brasil. 
Muitos, na mal intencionada Imprensa Golpista, logo se arvoraram em colocar a moça na posição de coitadinha e rotular o Povo da Peruche como violento.
A Peruche tem tradição! A Peruche não é uma instituição para ser usada para interesses particulares ou políticos, principalmente, para apoiar movimentos que buscam atentar contra os valores pelos quais a Escola tanto lutou para conquistar durante sua honrosa historia.
O LADO DA PERUCHE






NOTA DE IMPRENSA
Em relação ao fato ocorrido durante o desfile de nossa escola na noite de ontem pelo Grupo Especial, de uma componente querer comprometer o trabalho de 1 ano de pessoas sérias, apaixonadas e dedicadas a fazer o melhor pela Unidos do Peruche, gostariamos de esclarecer que a Unidos do Peruche abriu as portas e recebeu a componente para participar de seu desfile. Não houve nenhum problema técnico como a não entrega de fantasia ou destratamento com a mesma.
Vale citar que a atitude desta componente não faz jus a história da escola e qualificações de um sambista, e portanto não faz mais parte das pretensões da agremiação em tê-la conosco.

Outro ponto a citar é que a retirada dela da pista de desfile foi feita por um membro não ligado a Unidos do Peruche, e sim a organização, que verificou no momento a ação desrespeitosa em nosso desfile. Também vale citar que não houve agressão a mesma, no momento da retirada por componentes da escola, que faziam o desfile até então.

A Peruche não compactua com a utilização de desfiles de escolas de samba para realizar manifestações desta maneira, e tão pouco sabia da pretensão da componente.

A diretoria vai analisar quais medidas jurídicas serão tomadas no caso.


A COMUNIDADE EM TOTAL APOIO A ESCOLA
Uma serie de manifestações em apoio a Escola foram publicadas nos comentários do Facebook da Unidos do Peruche

Parabéns pro Presidente da Peruche ao expulsar uma oportunista desmiolada, uma porraloca que não sabe fazer outra coisa senão tirar a roupa e mostrar o silicone nos peitos. 


Garota vadia , que quer aparecer , quer os 5 minutos de fama , o desfile tem um tema especifico, tem regras , não é palco para espetáculos particulares, individuais ,o show é da escola , o show é da comunidade.
Paulo...

Ela não estava se aguentando em cima daquele salto. Já tinha virado o pé antes. Estragar o trabalho de um ano de milhares de pessoas? Vai procurar sua turma em outro canto.
Marlene...

Uma aproveitadora que não respeita uma escola tradicional e importante como a Peruche! O enredo e o desfile foram ótimos !
Sebastiana...

Desde quando essa loira do Paraguai tem importância? Sr. Presidente, essa loira já deveria ter sido proibida de desfilar já no no ensaio técnico. Sambodromo não é lugar pra protesto contra ou a favor de nenhum governo, o público que está ali, é pra assistir ao espetáculo, eles estão alheio a qualquer manifestação política
Edilson...


A escola Estava linda. O publico cantou o samba enredo.....todos se levantaram para ver a Unidos do Peruche passar na avenida. A interacao do publico com a escola foi emocionante. Foi um momento magico. O que esta mulher sem principios fez nao vai tirar o brilho da escola.
Susana...

Vc tem Razão a escola estava linda me surpreendi ao vê-la desfilar parabéns a escola quanto a passada que tirou a roupa quis aparecer ridícula
Kelia...

O QUILOMBO DA LIBERDADE, DA IGUALDADE E DA FRATERNIDADE!

"Um povo que não ame e não preserve suas formas de expressão mais autênticas, jamais será um povo livre" - Plínio Marcos
A Peruche sempre foi uma Escola de Samba que lutou pela democracia e cultivou os valores da cidadania em seu terreiro. Nao foi a toa que, no periodo mais nefasto da historia do Brasil, foi muito perseguida, como relata Dica, Pesquisador cultural, que assim como Seo Carlão da Peruche também é um dos embaixadores do Samba Paulistano.

Dicá

Dicá

Ativista negro, embaixador e cidadão samba paulistano de 2004, é compositor, batuqueiro, passista e fundador da Velha Guarda da Rosas de Ouro de Vila Brasilândia, junto com a embaixatriz do samba Maria Helena. É pesquisador cultural e estudioso da cultura popular brasileira e afrodescendente.

Abaixo, transcrevo um trecho da pior fase do regime militar que começou exatamente no ano de 1969, ano em que esse samba coincidentemente gritava na avenida por liberdade... Era chegada a era Médici! Os anos de chumbo...
"Emílio Garrastazu Médici assumiu a Presidência em 30 de outubro de 1969 e governou até 15 de março de 1974. Seu governo ficou conhecido como "os anos negros da ditadura". O movimento estudantil e sindical estava contidos e silenciados pela repressão policial.
Foto: DivulgaçãoNesse período é que se deram os desaparecimentos políticos e a tortura tornou-se prática comum dos DOI-CODIS, órgãos governamentais responsáveis por anular a oposição. No governo Médici os investimentos do regime em publicidade aumentaram vertiginosamente, como forma de maquiar a realidade e aplacar os ânimos da sociedade contra a falta de liberdade. Outra forma de controle foi a censura, que controlava todos os meios de comunicação e restringia sua liberdade de imprensa. Foi no governo Médici que diversos jornais, emissoras de rádio e televisão foram fechadas como forma de evitar a transmissão de informações contrárias ao governo.

Todo esse sistema, até certo ponto, funcionou bem, mas não necessariamente pela eficiência coercitiva dessas medidas e sim pelo chamado "Milagre Econômico", que servia para ludibriar a população e respaldar ações repressoras.
Outro grande compositor de samba de enredo paulistano, era nosso saudoso Geraldo Filme, que sempre se fez notório por suas idéias democráticas ligadas a cultura do povo brasileiro e suas raízes.
Em 1972 Geraldo escreveu um samba para a escola Unidos do Peruche também falando em liberdade o que na época era um temor. Esse samba acabou lhe rendendo algumas ameaças e perseguições. Por conta disso foi chamado junto com o presidente da escola na época, seo Carlão do Peruche, para depor no temível DOPS - DOI CODI e explicar o que queria dizer com a obra feita para a escola falando de "Heróis da liberdade" e assim viu carros (chapa fria) rondarem sua residência por um bom tempo afim de ver se algum fogo de liberdade por alí ardia.
Devido a isso Filme, ficou por um tempo no anonimato até esquecerem-se dele. Só voltou a compor anos depois quando rumou para a Bela Vista.

CHAMADA AOS HEROIS DA INDEPENDÊNCIA
GERALDO FILME - 1972


CHAMAMOS OS HERÓIS DA INDEPENDÊNCIA

PRESENTE, PRESENTE

TRAZENDO O FOGO SAGRADO DA PÁTRIA

ILUMINANDO QUEM NOS FEZ INDEPENDENTE

LÁ NAS MINAS GERAIS

HOUVE UM MOVIMENTO A CONJURAÇÃO

FOI A BAHIA E PERNAMBUCO EM SÉO PAULO FOI A DECISÃO

GLORIAS AOS HERÓIS QUE TOMBARAM

PARA NOS DAR UM BRASIL NOVO

HOMENS QUE NÃO MEDIRAM SACRIFÍCIOS

PELA INDEPENDÊNCIA DO SEU POVO

LIBERDADE, LIBERDADE

PALAVRA SINGELA

FOSSE EU PINTOR

TUA GRANDEZA EU FARIA EM AQUARELA

AO LEVANTAR DA ESPADA

LÁ NA COLINA HISTÉRICA

RISOS E LÁGRIMAS, COM O BRADO

INDEPENDÊNCIA OU MORTE

SENHORES DEIXANDO OS PALÁCIOS

NEGROS PARTINDO AS CORRENTES

ÍNDIOS SAINDO DAS MATAS

UNIDOS POR UM BRASIL INDEPENDENTE

MIL VIDAS TIVESSEM DARIAM AS MIL

PELA INDEPENDÉNCIA DO BRASIL

NÉO FOI EM VÉO TEU POVO NÉO ESQUECE

A CHAMA DA LIBERDADE, NOSSO PEITO AINDA AQUECE

SEGUE TEU CAMINHO MEU BRASIL

ALERTA MOCIDADE PARA MANTER ACESA

A CHAMA DA NOSSA LIBERDADE.



O Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Unidos do Peruche foi fundado em 04 de janeiro de 1956, e é uma das escolas de samba mais tradicionais de São Paulo.



Entre os fundadores estão cidadãos ilustres do samba como Carlos Alberto Caetano, conhecido como “Seu Carlão”, João Cândido da Silva, conhecido como Cachimbo, Luiza, Dona Leni, Seu Zebu, Sr. Alcides, Sr.Décio e mestre Gilberto Bonga.



As cores da escola são o VERDE, AMARELO, AZUL E BRANCO, as mesmas cores da bandeira brasileira e sua quadra social está localizada no Bairro do Limão, na Avenida Ordem e Progresso, 1061.



Por lá passaram grandes nomes do carnaval como o glorioso Jamelão, Eliana de Lima e Bernadete como intérpretes femininas, Joãozinho Trinta e Laíla como carnavalescos, e toda a sua história é marcada pela inovação em enredos, alegorias, fantasias, carros alegóricos, transformando e impulsionando o carnaval de São Paulo.
Postar um comentário