DEPOIS DE 30 ANOS, GREVE NO JORNAL BRITANICO "FINANCIAL TIMES"

Greve no Financial Times por pensões

FT journalists vote for 24-hour strike over pension dispute

Os jornalistas do jornal britânico Financial Times votaram, dia 26 a realização de uma greve de 24 horas, depois da ruptura das negociações sobre o cumprimento do regime de pensões pelo grupo japonês Nikkei, novo proprietário do jornal.
A greve, votada por 92 por cento dos trabalhadores, será a primeira a ter lugar nos últimos 30 anos de atividade da publicação.
O Sindicato dos Jornalistas britânico acusou a direção de não respeitar os compromissos e de «roubar» quatro milhões de libras (5,3 milhões de euros) do fundo de pensões da empresa para pagar o aluguel das instalações e outras despesas do jornal.
Postar um comentário