O SUCESSO DO PRIMEIRO CARNAVAL PAULISTANO SOB ADMNISTRAÇÃO PETISTA INAUGURA O FUTURO PROMISSOR DA CIDADE


Haddad comemora crescimento
do Carnaval paulistano

Presente aos desfiles no Sambódromo, prefeito destacou investimento recorde de R$ 34 milhões
O prefeito Fernando Haddad comemorou o crescimento do carnaval paulistano e a profissionalização das escolas de samba. "Este é o carnaval que a Prefeitura mais investiu: nos equiparamos ao Rio de Janeiro, com R$ 34 milhões", afirmou. Haddad acompanhou os desfiles das escolas de samba do Grupo Especial no Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte, durante o fim de semana.  
 "O carnaval de São Paulo vem crescendo muito e com reconhecimento nacional. Nossa festa não deve nada para nenhuma outra. As escolas se profissionalizaram e a própria Prefeitura está também aprimorando a maneira de tratar este evento popular da maior importância", completou o prefeito.

Neste ano, a expectativa é de que cerca de 110 mil pessoas compareçam ao sambódromo durante os cinco dias de desfiles. Para garantir a segurança do público, foram realizadas vistorias em todas as áreas do complexo. "Estamos acompanhando a preparação do sambódromo desde janeiro. A Spturis e o Corpo de Bombeiros fizeram um bom trabalho, deixando tudo nos parâmetros de segurança", disse Haddad.
Nos dois dias dos desfiles do Grupo Especial, o prefeito recebeu convidados no Camarote da Cidade, localizado no Espaço Anhembi, a mais nova estrutura construída dentro do Sambódromo, com capacidade para abrigar cerca de 3 mil pessooas. Personalidades do meio artistico, parlamentares e ministros marcaram presença, entre eles os ministros Alexandre Padilha (Saúde), Marta Suplicy (Cultura) e José Eduardo Cardozo (Justiça), além do senador Eduardo Suplicy.

As arquibancadas ficaram lotadas durante as apresentações do Grupo Especial. Na sexta-feira (8), desfilaram Acadêmicos do Tatuapé, Rosas de Ouro, Macha Verde, Vai-Vai, X9 Paulistana, Dragões da Real e Águia de Ouro. No sábado (9), foi a vez da Nenê da Vila Matilde, Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre, Tom Maior, Unidos de Vila Maria, Acadêmicos do Tucuruvi e Império de Casa Verde.
No Grupo Especial, 14 escolas de samba disputam o título de melhor Carnaval em 2013. As agremiações investem em média R$ 2,9 milhões cada para produzir o espetáculo. No total, as escolas desse grupo empregam 1750 profissionais, dentre costureiras, aderecistas, pintores e escultores, entre outros.
A programação do Carnaval paulistano também conta com os desfiles do Grupo de Acesso, neste domingo (10), e da União das Escolas de Samba Paulistanas (Uesp), na segunda-feira (11), além do Desfile das Campeãs, na próxima sexta-feira (15).

Fotos da segunda noite noite dos desfiles. Os arquivos ficarão disponíveis para download durante 1 mês. O crédito da foto deve ser de Cesar Ogata / SECOM
Postar um comentário