ISRAEL BOMBARDEIA A SÍRIA E EM REPOSTA AVIÕES SÍRIOS BOMBARDEIAM HAIFA E TEL AVIV COM PANFLETOS DE SAUDAÇÕES!

Die FSA und Israel greifen ein syrisches Forschungszentrum an 
Israel e o ESL atacam um
centro sírio de investigação
As fontes israelitas intoxicam atualmente os meios de imprensa ocidentais com o anuncio de um ataque israelita contra um comboio militar sírio que transportava armas para o Hezbollah libanês.
Na realidade, a aviação israelita bombardeou um centro sírio de investigação situado em Jemraya, nas cercanias de Damasco. O ataque teve lugar na tarde de quarta-feira 30 de janeiro de 2013.
Segundo essas informações, tratava-se de misseis Sam-7 ou de armas químicas já prontas para ser utilizadas.
Mas não havia ali nem Sam-7 nem armas químicas. A destruição de vários misseis Sam-7 teria provocado explosões visíveis da capital síria enquanto que a destruição de armas químicas prontas para ser utilizadas (ou seja, com os seus componentes já misturados) teria provocado uma verdadeira catástrofe.
Uma fonte oficiosa síria indicou à Rede Voltaire que o Exército Árabe Sírio capturou há vários dias uma certa quantidade de equipamento israelita altamente sofisticado utilizado pelos Contras.
Esse equipamento foi trasladado para o centro de investigação bombardeado pela aviação israelita, onde devia ser desmontado e analisado. Foi provavelmente esse equipamento o que os israelitas quiseram destruir, para evitar que fosse enviado para a Rússia ou para o Irã.
De fato, comandos terrestres do Exército «Sírio Livre» (ESL) lançaram contra o mencionado centro de investigação um primeiro ataque, que foi rechaçado. E a aviação israelita só interveio posteriormente para concretizar a missão que os Contras não tinham logrado cumprir.
Os aviões israelitas violaram para isso o espaço aéreo do Líbano, voando a muito baixa altitude, e apareceram por trás do Monte Hermon mas só penetraram por muito pouco tempo no espaço aéreo da Síria.
Em resposta a esse ataque, no dia 6 de fevereiro, aviões de combate sírios, voaram em baixa altitude no céu de Haifa e Tel Aviv, espalhando proclamações sobre estas duas cidades.
O Canal 10 de Israel, publicou esta notícia e afirmou que no papel está
escrito que ''Nós podemos dar uma resposta sempre que desejarmos, mas nós escolhemos a hora e lugar, Saudações! Abutres Sírios. ''
O departamento de defesa do regime sionista não pode destruir esses caças por que eles eram muito semelhantes aos aviões israelenses.
Postar um comentário