DILMA ROUSSEFF E ANGELA MERKEL - AGENDA BILATERAL ENTRE BRASIL E A ALEMANHA

No domingo, a presidenta Dilma recebeu a chanceler alemã Angela Merkel no Palácio da Alvorada. As chefes de Estado conversaram sobre a determinação do Brasil e do Mercosul em avançar nas negociações do Acordo de Associação Comercial com a União Europeia, segurança na internet, inovação, educação e energia. 
Dilma destacou a cooperação na área educacional entre os dois países, a exemplo do Ciência Sem Fronteiras.
“Nós temos milhares de jovens bolsistas na Alemanha para o estudo em instituições de ensino. Externei também nossa satisfação pela cooperação com a sociedade Fraunhofer na estruturação da nossa empresa brasileira de pesquisa e inovação, e também na instalação conjunta com o Senai, apoiada pelo governo federal em parceria com a Fraunhofer, de 23 centros de referência e alta performance no Brasil.”

Dilma salientou: há espaço para aumentar fluxos comerciais e de investimento entre Brasil e Alemanha. A presidenta destacou o relacionamento econômico entre Brasil e Alemanha, cujo comércio bilateral foi de cerca de US$ 22 bilhões em 2013, e afirmou que ainda há espaço para aumentar os fluxos comerciais e de investimento.

“Reafirmei a determinação do Brasil e do Mercosul em avançar nas negociações do Acordo de Associação Comercial com a União Europeia, que nos permitirá ampliar e diversificar nosso intercâmbio comercial. Queremos também aumentar a participação de bens de maior valor agregado na pauta de exportações brasileiras para a Alemanha”, ressaltou.

CopaDasCopas‬ também foi pauta na reunião. “Em todas as cidades-sede e em todo o Brasil predomina um ambiente de confraternização, de encontro, de respeito e um ambiente de alegria em que todos os torcedores estrangeiros são recebidos com afeto e hospitalidade pelos brasileiros,” destacou.
Merkel assistiu o jogo entre Alemanha e Portugal, na Arena Fonte Nova, em Salvador.
A presidenta afirmou ainda que o Brasil está fazendo desta Copa do Mundo uma oportunidade especial para promover a tolerância, o diálogo e a reconciliação entre comunidades e países.

Postar um comentário