FERNANDO HADDAD - O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO. CONFIRA A POSSE!

Haddad: “Principal desafio é o enfrentamento da miséria extrema em São Paulo"”
Empossado nesse dia 1º, novo prefeito destacou potencial da capital para superar desafios e pregou parcerias com governos federal e estadual e iniciativa privada.
 OLHA A ZN NA POSSE AÍ GENTE!
HADDAD É CUMPRIMENTADO POR NOSSO COMPANHEIRO ENIO BARROSO!
O COMPANHEIRO DÁ O RECADO:
HADDAD A ZN TÁ CONTIGO!
São Paulo, 1º de janeiro de 2012 – Fernando Haddad foi empossado nesta terça-feira (1º) prefeito de São Paulo, durante cerimônia realizada na Câmara Municipal, e em evento na sede da Prefeitura recebeu de Gilberto Kassab o cargo de gestor do município. Haddad discursou em cerimônia que teve a participação do governador Geraldo Alckmin, ministros e parlamentares, além de lideranças da sociedade civil. Para o novo prefeito, o principal desafio da administração que começa hoje é o enfrentamento da miséria.
“Eu penso que todos que me acompanham sabem que não é mais possível conviver mais com tanta desigualdade, tanto descaso, tantas mazelas”, discursou o novo prefeito.

Em seu discurso, o prefeito lembrou da importância de cultivar a solidariedade na cidade e evitar a tendência de ver a metrópole como um espaço de egoísmo ou projetos individuais. Ele citou a manifestação popular e apartidária “Existe amor em São Paulo”, que foi um esforço coletivo em busca de um ambiente melhor, mais generoso e respeitoso.
“Sou daqueles que acreditam não apenas que haja amor em São Paulo, eu acredito que esse amor está pronto para se manifestar com cada vez mais força, com cada vez mais presença na nossa cidade”, disse Haddad.

O prefeito falou da importância de investir na cidade para reduzir desigualdades. Para isso, a Prefeitura não abrirá mão de parcerias com o setor privado e com os governos federal e estadual.
“A democracia brasileira já amadureceu suficientemente para nós sabermos a hora de discutirmos divergências e hora de somarmos forças no proveito da cidade, do Estado e da nação. O pacto federativo precisa ser redesenhado, mas a primeira providência é uma mudança de postura da classe política em relação a ela mesma”, disse Haddad.

Durante a cerimônia na sede do executivo, no edifício Matarazzo, no vale do Anhangabaú, Haddad assinou o termo de Transmissão de Posse. O evento aconteceu no hall monumental do paço municipal e teve um telão para o público acompanhá-lo em frente à Prefeitura.

Fernando Haddad também destacou o potencial da cidade para enfrentar seus problemas. “São Paulo é, por excelência, produtora de cultura e conhecimento. Somos um centro irradiador de inteligência e criatividade. Com todo este potencial empreendedor, é o momento de resgatar o desenvolvimento humano, econômico e sustentável de nossa cidade, de superar os problemas”, afirmou.

Estiveram na cerimônia de transmissão de cargo o governador Geraldo Alckmin, o ex-governador Cláudio Lembo, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, representando o Governo Federal, o deputado estadual Jooji Hatto, representando o presidente da Assembleia Legislativa, Barros Munhoz, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), desembargador Ivan Santori, e o Arcebispo Metropolitano de São Paulo, Cardeal Dom Odilo Scherer. Também estava presente o arcebispo metropolitano da Igreja Católica Ortodoxa Antioquina, dom Damaskinos Mansour.
Equipe de governo

O secretariado da gestão de Fernando Haddad é formado por Antonio Donato Madormo (Governo Municipal); Roberto Teixeira Pinto Porto (Segurança Urbana); Nunzio Briguglio Filho (Comunicação); Eliseu Gabriel de Pieri (Trabalho e Empreendedorismo); Marianne Pinotti (Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida); Leonardo Osvaldo Barchini Rosa (Relações Internacionais e Federativas); Francisco Macena da Silva (Coordenação das Subprefeituras); João Luiz Silva Ferreira (Cultura); Fernando de Mello Franco (Desenvolvimento Urbano); Antonio Cesar Russi Calegari (Educação); Celso do Carmo Jatene (Esportes, Lazer e Recreação); Luciana de Toledo Temer Castelo Branco (Assistência e Desenvolvimento Social); Marcos de Barros Cruz (Finanças e Desenvolvimento Econômico); José Floriano de Azevedo Marques Neto (Habitação); Luis Fernando Massoneto (Negócios Jurídicos); Leda Maria Paulani (Planejamento, Orçamento e Gestão); José de Filippi Junior (Saúde); Simão Pedro Chiovetti (Serviços); Jilmar Augustinho Tatto (Transportes); Osvaldo Spuri Junior (Infraestrutura Urbana e Obras); Rogério Sotilli (Direitos Humanos e Cidadania) e Ricardo Teixeira (Verde e Meio Ambiente). Para as secretarias especiais foram designados João Antonio da Silva Filho (Relações Governamentais); José de Paula Neto (Promoção da Igualdade Racial); Denise Mota Dau (Políticas para as mulheres) e Paula Maria Motta Lara (Controle Urbano).
Capital
Fernando Haddad assume a Prefeitura de São Paulo com um orçamento de R$ 42 bilhões para o primeiro ano. O governo terá a responsabilidade de administrar a cidade com a sexta maior população do mundo - 11.379.114 de habitantes, dado da Fundação Seade. A capital paulista retém o 10º maior PIB do mundo – 12,2% da Produção Interna Bruta do Brasil, 36% da estadual.
VEREADOR JOSÉ AMÉRICO ELEITO PRESIDENTE DA CAMARA
PARABÉNS VEREADOR!

Postar um comentário