GIBA E CICINHO ENTREGAM UM PATRIMÔNIO CULTURAL PARA O POVO DA ZONA NORTE



 O SUBPREFEITO DE VILA MARIA/VILA GUILHERME, GILBERTO ROSSI, E O COMPANHEIRO CICERO BEZERRA, REALIZAM O SONHO DO POVO DA VILA GUILHERME E INAUGURAM UM CENTRO CULTURAL NO BAIRRO




 A Casa de Cultura da Vila Guilherme é uma obra simbólica do ponto de vista da ação governamental. Não foi a toa que o Casarão, como era conhecida anteriormente, ficou abandonado por décadas, desprezado por diversas administrações. As prioridades eram outras...
Gilberto Rossi trouxe a sensibilidade de um homem publico com sonhos de servir a população e, como ele mesmo ressaltou em seu discurso na inauguração, foi a comunidade quem lhe apontou as suas verdadeiras prioridades.
Foi a reestruturação da maneira de governar imprimida pela administração Haddad, sempre no sentido de construir uma cidade governada num modelo de Democracia participativa, que trouxe os diversos Conselhos para dentro Subprefeitura e no dialogo com Giba e Cicinho transformaram o prédio, que ja era considerado pelos órgãos da Prefeitura como um bem de valor histórico e arquitetônico, tambem num centro de valo Cultural que certamente, servira a toda a Zona Norte.
 



 Casa de Cultura da Vila Guilherme é um patrimônio cultural e histórico da Zona Norte
O VEREADOR VAVA DOS TRANSPORTES ESTEVE PRESENTE. COMO SEMPRE, PRESTIGIOU O EVENTO SEMPRE AO LADO DO GRANDE PARCEIRO GIBA, O SUBPREFEITO GILBERTO ROSSI, NAS LUTAS PELA VILA MARIA, VILA GUILHERME, VILA MEDEIROS E REGIÃO. 

HADDAD DESCERROU A PLACA DE INAUGURAÇÃO E ENTREGOU A CASA PARA O POVO

A Casa de Cultura, inaugurada no ultimo Sabado, beneficiara toda a Região, como um espaço de promoção da cidadania e pela conservação de um importante patrimônio para a historia da região.
Imagem do post


Os moradores do centenário bairro da Vila Guilherme e de toda a zona norte de São Paulo, ganharam duas ações culturais de uma única vez, a partir deste fim de semana. 
Neste sábado (11), a região passou a ter um novo equipamento público, a Casa de Cultura Municipal da Vila Guilherme, que levará programações de espetáculos, shows musicais, exposições e oficinas, beneficiando os 55 mil habitantes, considerado-se apenas os moradores diretamentemente beneficiados no bairro. Além disso, o serviço funcionará no tradicional Casarão da Praça Oscar Silva, imóvel tombado pelo Conpresp e datado da década de 1920, que após mais de dez anos de abandono, foi reformado pela Prefeitura de São Paulo.
O prefeito Fernando Haddad visitou neste sábado (11) as instalações do novo espaço cultural e conversou com coletivos de cultura da região.

"É uma casa de cultura, que o bairro não tinha. E o prédio está recuperado, um patrimônio importante da região", afirmou Haddad.




A abertura da nova Casa de Cultura promoveu durante todo o dia uma extensa programação cultural, incluindo uma feira gastronômica, instalada na praça Oscar Silva. O objetivo era convidar a população a conhecer o novo espaço. "Estamos devolvendo equipamentos que estavam degradados para o usofruto da comundidade", disse o prefeito.
Com a transferência da gestão das Casas de Cultura para a Secretaria Municipal de Cultura, o espaço agora integra a rede de equipamentos culturais administradas diretamente pela pasta. "Em todas as casas de cultura que assumimos, tivemos o cuidado de convidar os coletivos das regiões para indicar os coordenadores. É uma programação desenvolvida junto às comunidades. Aqui a casa tem espaço para uma programação do porte de centro cultural, com muitas atividades", explicou a secretária municipal Mária do Rosário (Cultura).
A abertura do equipamento era uma demanda antiga da comunidade. "Há 20 anos fazíamos reuniões na praça, aqui em frente, já reivindicando um espaço cultural. Foi uma luta durante todo o tempo que ele esteve fechado", conta Nelson Marques, um dos moradores engajados na implantação da casa de cultura.
O novo destino do casarão começou a ser traçado a partir de 2013. Com apoio dos coletivos culturais da região, que mantiveram permanente diálogo com a Subprefeitura de Vila Maria/Vila Guilherme, o Conselho Participativo aprovou sua reforma com prioridade na votação do orçamento para a região e, no final de 2015, foi iniciada a requalificação do antigo prédio, cujo investimento foi de R$ 1,5 milhão. Com isso, seus cerca de três mil metros quadrados tornaram-se um espaço cultural, com salas para atividades e esposições, além de pátios interno e externo.



História

De acordo com a Seção de Levantamento e Pesquisa do Departamento do Patrimônio Histórico, o edifício de linhas ecléticas foi construído em 1924 para abrigar o Grupo Escolar de Vila Guilherme, criado no ano seguinte. O imóvel ainda conserva suas características originais e retrata o ideal de escola de uma época, na concepção dos espaços e no uso dos materiais.
O prédio constitui exceção entre os edifícios escolares construídos no período da Primeira República. Ao contrário dos demais, o Grupo de Vila Guilherme foi construído por Guilherme Praun da Silva, proprietário do terreno e loteador da região. Por seu porte, o edifício se destacava na paisagem de Vila Guilherme, então formada por casas esparsas e ruas de terra.

Em 1947, o Grupo Escolar passou a se chamar “Afrânio Peixoto”, em homenagem ao médico, literato e político falecido naquele ano. 

O prédio, que pertencia ao Governo do Estado, foi desapropriado pela Prefeitura de São Paulo em 1956 e funcionou como escola até 1970. Em 1977, o antigo prédio do Grupo Escolar recebeu os escritórios da Administração Regional de Vila Maria e Vila Guilherme (atual Subprefeitura Vila Maria/Vila Guilherme), que ali funcionou até 2005.
O edifício do antigo Grupo Escolar de Vila Guilherme é bem de valor histórico e arquitetônico. Por sua integração harmoniosa com o logradouro público e construções vizinhas, também é considerado bem de valor ambiental e foi tombado pelo Conpresp pela Resolução no 10/2013.

Serviço: 
Casa de Cultura Municipal da Vila Guilherme – Casarão
Praça Oscar Silva, 111 - Vila Guilherme 
Horário de Funcionamento: terça a sexta, das 10h às 20h e sábado das 10h às 18h.



Postar um comentário