ATENÇÃO ZN! DIA 17 DE OUTUBRO: CULTURA NA PERIFA É PERI CULTURA!

PERI CULTURA É RESISTÊNCIA!
17/OUT/2015 - SÁBADO
VALE A PENA COLÁ JUNTO NESSA QUEBRADA!

Estudo divulgado pela Universidade Federal de São Carlos (UFScar) aponta que a PM assassinou, em 2011, três vezes mais negros do que brancos, sendo em sua maioria jovens entre 24 e 30 anos e moradores de periferias.  De lá para cá, é certo que o quadro não se alterou, e se houve qualquer modificação, não foi pára melhor. Contudo, também é certo que a entrada de Fernando Haddad na Prefeitura de São Paulo, propiciou um novo impulso aos movimentos, que sempre existiram na Periferia. Esse movimentos que formam uma cultura de resistência!
A própria administração Haddad foi perseguida apenas pelo fato de abrir canais de comunicação com o Funk, o rap, com os rolezinhos e todos aqueles agentes culturais da periferia, que Burguesia paulistana rotula como marginais. Mas, que formam a Cultura de Resistência! 
Nessa batida, o Jd. Peri vai viver novamente um momento especial. Vamos para a segunda edição do Peri Cultura. E vem cheio de gente de talento, disposta a contagiar a galera com muito som, muita felicidade e muita força para resistir ao preconceito e ao atraso da cabeça medíocre da burguesia.
A lutadora e líder comunitária, Rosana Schiavolin, está bem acompanhada na construção desse evento. Ela conta com gente da pesada; como são os grandes Mallokeiros do pedaço, com seus parças de sempre: Luciano Araujo e Priscila Coura da Subprefeitura de Santana e com DJ Jean, pelo Centro da Juventude.  
Não há dúvida de que esse já se tornou um dos eventos mais importantes em se tratando de cultura na periferia da Zona Norte. Construído e constituído a partir da vontade popular, pela vontade popular e para a vontade popular, envolve o poder público apenas na sua função de apoio, sem imposição de estética ou de conteúdo, permitindo que a liberdade criadora da periferia floresça dentro de sua própria lógica e segundo sua própria dinâmica, desenhando autonomamente sua narrativa.
Coisa que Burguês não gosta de ver.... 
Mas, Peri Cultura é povo! É resistência ao modelo cultural da venda de sabão em pó do domingão, que a Burguesia tanto adora! 
VAMOS RESISTIR!
É SÓ CHEGAR E SE DIVERTIR!

Postar um comentário