O PODER DA CHINA NA EUROPA

Chineses investem na Itália
O governo italiano anunciou, dia 31, a venda de 35 por cento da empresa CDP Reti ao grupo chinês State Grid Corporation (SGC) por 2.1 bilhões de euros.
A CDP Reti é detida a cem por cento pelo banco CDP (Cassa Depositi e Prestiti), no qual o Estado detém uma participação de 80 por cento, através do Ministério da Economia e Finanças.
Com a entrada na CDP Reti, os investidores chineses passam a controlar parte da distribuidora de gás Snam, bem como da eléctrica Terna, ambas participadas em 30 por cento pelo banco público.
O executivo italiano declarou que esta operação irá apoiar «a economia nacional», salientando que se trata «do investimento mais importante feito até hoje por uma empresa chinesa em Itália e um dos mais importantes da Europa».
O acordo foi assinado no Palazzo Chigi, sede da presidência do governo italiano, na presença do primeiro-ministro, Matteo Renzi, revelou o governo transalpino em comunicado.
Postar um comentário