SE VOCÊ NÃO GOSTA DE POLÍTICA, PELO MENOS NÃO BRIGUE COM A MATEMÁTICA


Vivemos em uma frenética campanha da  mídia monopolizada pelo retorno da direita ao poder. Uma boa parte da “elite” econômica brasileira e uma parcela da classe média (que é vulnerável à doutrinação da mídia e deseja ser e parecer “elite”) luta para derrotar o atual governo, assim viabilizando o retorno do PSDB/DEM ao governo. 

Como a mídia não compara PT x PSDB, achamos útil relembrar alguns resultados do governo tucano. 

PIB


2002 – US$ 500 bilhões


2012 – US$ 2,6 trilhões, o que faz do Brasil a SEXTA economia do Mundo


PIB per capita


2002 – US$ 2,8 mi


2012 – US$ 13,3 mi


Ou seja, os dois casos, o Brasil se multiplicou por CINCO.


Produção de automóveis


2002 – 1,8 milhão de unidades


2011- 3,4 milhões de unidades, o que faz do Brasil o SEXTO maior produtor mundial


Safra de grãos


2002 – 96,8 milhões de toneladas


2011 – 163 milhões (campeão mundial na produção de cana e vie campeão mundial na produção de soja)


Taxa de investimento sobre o PIB


2002 – 16, 4%


2012 – 20,8%


Investimento Estrangeiro Direto


2002 – US$ 16,5 milhões


2011 – US$ 66,6 bilhões – 4o. Lugar emingressos de IED


Inflação – IPCA


2002 – 12,5%


2012 – 4,7%


Desemprego


2002 – 12,9%


2011 – 4,7 – entre 2002 e 2001 o Nunca Dantes criou 18 milhões de postos de trabalho


Formalização do trabalho


2002 – 45,5%


2011 – 53,2%


Salário Mínimo nominal


2002 – R$ 200


2012 – R$ 622 – ganho real : 66%


Coeficiente de Gini, que mede a desigualdade de renda (quanto mais perto de 1, pior)


2002 – 0,589


2011 – 0,541 – queda de 8,9%


Taxa de pobreza (Classe “E” no total da população)


2002 – 26,7%


2012 – 12,8%


Classe C sobre total da população


2002 – 37%


2012 – 50%


Número de matrículas no ensino profissional


2002 – 565 mil


2012 – 924 mil


Percentual da força de trabalho com 11 anos ou mais de estudo


2002 – 44,7%


2012 – 60,5%


Bolsas de Mestrado e Doutorado no Capes e CNPq


2002 – 35 mil


2010 – 74 mil


2013 – 105 mil


Títulos em doutorado


2002 – 6.894


2012 – 13.304


Dívida externa


2002 – US$ 165 bilhões


2011 – US$ – 79,1 bilhões


Reservas Internacionais


2oo2 – US$ 36 bilhões


2012 – US$ 353 bilhões


Exportações


2002 – US$ 60 bilhões


2011 – US$ 256 bilhões


Juros – taxa Selic


2002 – 25% aa


2012 (31 janeiro) – 10,50% (9,75% em março)


Taxa que o Brasil paga em título vendido no exterior


2002 – 12,6% aa


Janeiro de  2012 – 3,5% aa


Dívida do setor público sobre o PIB


2002 – 60,4%


2012 – 36,9%


% da dívida indexada à taxa de cambio


2002 – 45,83%


dez 2011 – 21,89


Despesas de pessoal


2002 – 4,8% do PIB


2012 – 4,4% do PIB




COMPARATIVO LULA X FHC
Resultados concretos obtidos pelo governo PSDB/PFL (1995 a 2002) e os alcançados pelo governo PT/Lula (2003 até 2008)

1) DÍVIDA EXTERNA E RELAÇÃO DÍVIDA EXTERNA X PIB: 1995 e 2002

Dívida externa em 1995 – ano em que FHC tomou posse => US$ 159,2 bilhões; 
Relação dívida externa X PIB em 1995 – ano em que FHC tomou posse => 19,9%.

Dívida externa em 2002 – ano em que FHC deixou o Governo => US$ 210,7 bilhões; 
Relação dívida externa X PIB em 2002 – ano em que FHC deixou o Governo => 41,8%.

2) DÍVIDA INTERNA E RELAÇÃO DÍVIDA INTERNA X PIB: 1995 e 2002

Dívida interna em janeiro de 1995 – quando FHC tomou posse => R$ 108,6 bilhões; 
Relação dívida interna X PIB em janeiro de 1995 – quando FHC tomou posse => 20,7%.

Dívida interna em dezembro de 2002 – quando FHC deixou o Governo => R$ 654,3 bilhões;
Relação dívida interna X PIB em dezembro de 2002 – quando FHC deixou o Governo => 37,4%. 

3) TAXA SELIC: 2002 e 2008 

FHC (2002): 25% ao ano;
Lula (2008): 11,25% ao ano.

4) INFLAÇÃO (IPCA): 2002 e 2007

FHC - 12,5% (2002);
Lula - 4,4% (2007).

5) TRANSAÇÕES CORRENTES:

FHC - Déficit de US$ 186,5 Bilhões (1995-2002);
Lula - Superávit de US$ 44 Bilhões (2003-2007).

6) EXPORTAÇÕES:

FHC - US$ 60 Bilhões (2002; crescimento de 39% em 8 anos);
Lula - US$ 160 Bilhões (2007; crescimento de 166,7% em 5 anos).

7) CRESCIMENTO ECONÔMICO:

FHC - 2,3% ao ano (1995-2002);
Lula - 4,5% ao ano (2003-2007).

8) EMPREGOS FORMAIS:

FHC - 700.000 (1995-2002);
Lula - 7.100.000 (2003-2007).

9) BALANÇA COMERCIAL:

FHC - Déficit de US$ 8,7 Bilhões (1995-2002);
Lula - Superávit de US$ 188 Bilhões (2003-2007).

10) TAXA DE DESEMPREGO:

FHC - 10,5% (Dezembro de 2002);
Lula - 7,4% (Dezembro de 2007).

11) RISCO-PAÍS:

FHC - 1550 pontos (Dezembro de 2002);
Lula - 240 pontos (Fevereiro de 2008).

12) RESERVAS INTERNACIONAIS LÍQUIDAS:

FHC - US$ 16 Bilhões (Dezembro de 2002);
Lula - US$ 191 Bilhões (Fevereiro de 2008).

13) RELAÇÃO DÍVIDA/PIB:

FHC - 55,5% do PIB (Dezembro de 2002);
Lula - 42,1% (Janeiro de 2008).

14) DÉFICIT PÚBLICO NOMINAL (INCLUI DESPESAS COM JUROS):

FHC - 4% do PIB (2002);
Lula - 2,27% do PIB (2007).

15) DÍVIDA EXTERNA:

FHC - US$ 210 Bilhões (Dezembro de 2002);
Lula - US$ 194 Bilhões (Janeiro de 2008).

16) SALÁRIO MÍNIMO EM US$:

FHC - US$ 56 (Dezembro de 2002);
Lula - US$ 245 (Março de 2008).

17) INFLAÇÃO ACUMULADA (IPCA):

FHC - 100,6% (1995-2002);
Lula - 34,5% (2003-2007).

18) PRONAF:

FHC - R$ 2,5 Bilhões (2002);
Lula - R$ 12,5 Bilhões (2007).

19) PROUNI:

FHC - Não existia;
Lula - 470 mil estudantes beneficiados.

20) PIB (EM US$):

FHC - US$ 459 Bilhões (2002);
Lula - US$ 1,1 Trilhão (2007).

21) PRODUÇÃO DE AUTOMÓVEIS:

FHC - 1.791.000 (2002);
Lula - 2.970.000 (2007; crescimento de 65,8%).

22) PRODUÇÃO DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS:

FHC - 52000 (2002);
Lula - 65000 (2007; crescimento de 25%).

23) VENDAS DE AUTOMÓVEIS ZERO KM:

FHC - 1.465.000 (2002);
Lula - 2.460.000 (2007; crescimento de 68%).”
Postar um comentário