RODOANEL TRECHO NORTE: Ministério dos Transportes cobra a Dersa

A TUCANAGEM COMEÇA
SENTIR A FORÇA DO POVO
PARA QUEM DIZIA NÃO HAVER DINHEIRO FEDERAL NO RODOANEL, OS TUCANOS VOAM COM GRANDE FREQÜÊNCIA PARA BRASILIA ATRÁS DE VERBAS.

O DNIT apertou a Dersa em questões de Meio ambiente e desapropriações durante a discussão dos protocolos e convênios das obras do Rodoanel Norte e Complexo Hidroviário Paraná-Tietê no dia 05 de maio , na Superintendência Regional do DNIT em São Paulo.
O encontro abordou parâmetros do Termo de Compromisso a ser firmado entre os participantes.
Reunião Dnit e Dersa - Brasilia
Os Diretores e técnicos do DNIT e os Diretores da Secretaria de Transportes, Departamento Hidroviário do Estado de São Paulo e da DERSA trataram dos termos dos protocolos e convênios inerentes à participação do governo federal nas obras do Rodoanel Trecho Norte e Complexo Hidroviário Paraná-Tietê.
Durante encontro realizado na sede do DNIT, em Brasília, no dia 27 de Abril, já haviam discutido os parâmetros do Termo de Compromisso para assegurar a construção do trecho Norte do Rodoanel e a modernização e ampliação da hidrovia Tietê-Paraná. Os novos detalhamentos ficaram para a reunião do dia 05 em São Paulo.
Na reunião de Brasilia participaram: O diretor-geral do DNIT, Luiz Antonio Pagot, o diretor de Infraestrutura Rodoviária, Hideraldo Luiz Caron e Hebert Drummont, diretor de Infraestrutura Aquaviária.
Informação sobre reunião de 27/04 - Gabriella Lima - Assessoria de Comunicação/DNIT
Rodoanel de São Paulo
O Rodoanel vai circundar toda a Grande São Paulo, interligando as rodovias que chegam à capital: Bandeirantes, Anhanguera, Castello Branco, Raposo Tavares, Régis Bittencourt, Anchieta, Imigrantes, Ayrton Senna, Fernão Dias e Dutra.
Postar um comentário