SENSUS: 2o. Turno - Dilma 54% e Zé Pedagio 35%

 PESQUISA SENSUS ACERTOU 

OS RESULTADOS DO 1o TURNO
 
 E VAI ACERTAR DO 2o TURNO
Ao contrario do que querem fazer crer os Paus mandados do PIG, uma analise, mesmo superficial, pode demonstrar que a Pequisa Sensus concluiu com absoluta precisão os resultados do Primeiro Turno.
Aos olhos de qualquer cidadão os numeros apurados nas urnas se mostram extremamente dispares das projeções apresentadas pelo instituto. 

2010 TSE SENSUS
DILMA 46,91 47,5
SERRA 32,61 25,6
MARINA 19,33 11,6
VARIÁVEIS
Contudo, há duas variaveis importantes que devem ser levadas em consideração e contam a favor do Instituto. 

DATAS
A primeira é a data de execução da Pesquisa e o dia de votação. As opiniões foram coletadas entre 26 e 28 de Setembro, ou seja, praticamente uma semana antes da votação.

VOTO CONSOLIDADO X VOTO INSEGURO
Nesse periodo uma serie de mudanças podem ocorrer por fatores diversos e o proprio Instituto forneceu uma pista do que poderia acontecer. A Pesquisa, quando tentou descobrir a consolidação dos votos e descobriu que 42% dos eleitores Só votariam em Dilma, 24% somente em Serra e 12%  apenas em Marina.  Eram os indices do chamado Voto consolidado. 
No entanto, quando inquirido sobre em quem o entrevistado PODERIA VOTAR numa possivel troca de votos, a maioria apontou Marina (37%). Isso quer dizer uma parte dos eleitores ainda estavam suscetiveis a mudar seu voto.  Serra ficou segundo lugar (30%) e Dilma em terceiro (21%). Esse resultado era um indício extremamente claro a indicar o crescimento das intenções nos dois canditados oposicionistas , como efetivamente se passou. O resultado ainda alertou que a maior favorecida seria a candidata do PV, como tambem terminou. Ela efetivamente foi a mais privilegiada na reta final do pleito. 

INDECISOS
Por outro lado, se combinarmos esse favorecimento do eleitor ao nome de Marina com a segunda variavel de nossa analise teremos um quadro mais completo para explicar  a exatidão dos dados levantados pelo Instituto. O resultado da ultima tomada SENSUS apresentou, em 28 de Setembro, o indice de 13 pontos percentuais de eleitores indecisos. Esse valor mostra a efetiva correção dos dados e como todas as verdades essa também tem explicação simploria. Na ultima semana da Campanha os indecisos decidiram  por Marina e por Serra e uma pequena parte abandou a candidatura Dilma. É importante anotar esse ponto pois, a candidata do PT pouqissimo perdeu do que já tinha de intenção de votos, como afirmar os linguas pagas do PIG.

CURIOSIDADE
Podemos até nos arriscar a fazer um exercicio destes que  se faz no limite da curiosidade leiga e dividir os 13% de indecisos para as tres Candidaturas nas porporções daqueles que se declararam Poder mudar o voto e teremos resultados proximos(dentro da margem de erro) daquilo que se apurou em 03 de Outubro.

2010 % Possibilidade 13%Indecisos Final
DILMA 21 2,73 50,23
SERRA 30 3,9 29,5
MARINA 37 4,81 16,41

MITOS E FANTASIAS
É importante que a disputa de segundo Turno seja despida de certos mitos e fantasias com que tentam assombrar a candidatura Dilma. 
O primeiro deles foi construido na propria evolução da Campanha buscando impor o dever de o PT ganhar a disputa no Primeiro Turno para diminuir a Vitoria de Dilma e amenizar a derrota de Serra, como estamos assistindo agora. Em verdade, Dilma e o PT nunca tiveram como objetivo fechar a disputa no primeiro turno. A meta sempre foi atingir um percentual significativo de votos, como de fato ocorreu e eleger uma grande bancada no Senado e na Camara Federal, como de fato tambem aconteceu. Portanto, os objetivos do primeiro tempo foram todos conquistados com meritos.
Outra fantasia é essa, do erro do Intituto. Essa ação prepara o terreno para desacreditar as pesquisas que trarão Dilma com ampla margem de votos sobre Serra nesse segundo turno.

Por fim, há a superstimação do peso das questões morais na Campanha (A calunia sobre Cristo e Aborto e os Falsos Escandalos), buscando dar-lhes grau de importancia decisivo quando na verdade pouco incidiram sobre os votos de Dima.  Essa estratégia visa tirar o foco do debate sobre projetos e sobre a comparação entre os dois governos(FHC x Lula) onde a oposição perde constrangedoramente.
Colaborou com o Blog da ZN: Douglas - Badi (Pesquisador de Mercado)


Postar um comentário